V E S T I B U L A R 2017.2
Técnico em Cuidado de Idosos

PRONATEC Técnico em Cuidado de Idosos

  • O Profissional Técnico em Cuidado de Idosos

O técnico em Cuidado de Idosos é o profissional de saúde que realiza o trabalho de cuidar de idosos, com ou sem limitações, nas atividades da vida diária, identificando suas necessidades e expectativas em relação a vários aspectos da vida cotidiana, respeitando sua individualidade, incentivando sua autonomia e independência para garantir-lhes qualidade de vida.

  • Perfil do Egresso

– Cuida de idosos nos aspectos físico, mental, cultural e social. Trabalha com idosos independentes ou dependentes, acamados ou não, em domicílios, clínicas, hospitais geriátricos ou instituições de longa permanência. Acompanha o idoso em atividades de rotina e auxilia nos cuidados de higiene. Estimula atividades de lazer e ocupacionais. Contribui para a autonomia do idoso e para a melhoria de sua qualidade de vida.

  • Campo de Atuação

O curso de Técnico em Cuidado de Idosos objetiva desenvolver os conhecimentos teórico-práticos necessários para a qualificação no cuidado adequado de pessoas idosas em diversas situações, como na residência, em instituições de longa permanência (asilos), em clínicas especializadas e em momentos de recreação.

  • Corpo Docente

Composto por professores com vasta experiência profissional, formação acadêmica na área e capacitados para a docência em cursos técnicos.

  • Avaliação da Aprendizagem

A avaliação de aprendizagem é composta por atividades individuais e/ou em grupo e por provas teóricas e/ou práticas. A Avaliação de aprendizagem de cada disciplina é dividida em duas Unidades. A avaliação da 1ª. Unidade tem peso de 40% da média final e a avaliação da 2ª. Unidade tem peso de 60%. A média final para aprovação em cada disciplina é 6,0.

Será considerado aprovado automaticamente na disciplina cursada o estudante que obtiver cumulativamente:

I – Presença, no mínimo, em 75% da carga horária da disciplina e

II – Média de Aproveitamento, igual ou superior a 6,0 (seis) pontos na UP1 e UP2;

Será considerado reprovado na disciplina cursada o estudante que obtiver:

I – Frequência inferior a 75% da carga horária;

II – Média inferior a 4,0 (quatro) pontos resultante da UP1 e UP2;

III – Nota da Prova Final inferior a 6,0 (seis) pontos.

Será considerado apto a realizar a Prova Final o estudante que obtiver média resultante da UP1 e UP2, igual ou superior a 4,0 (quatro) pontos, e inferior a 6,0 (seis) pontos.

I – A prova final valerá de 0,0 (zero) a 10,0 (dez) pontos.

II – A Prova final abrangerá todo o conteúdo da disciplina abordado no semestre.

III – Para aprovação na Prova Final, o estudante precisará obter nota igual ou superior a 6,0 (seis) pontos, resultante da média aritmética entre a média do semestre e a nota obtida na Prova final.

IV – Para fins de registro, prevalecerá o maior resultado obtido pelo estudante, considerando a média resultante da UP1 e UP2 ou o resultado da prova final;

O estudante poderá realizar no mesmo dia até duas provas finais, dentre as disciplinas pertencentes ao período do curso em que se encontra matriculado.

Os Critérios de Avaliação de Estágio seguirão regulamento próprio.

  • Frequência

É exigida e controlada a frequência às aulas. O aluno que acumular mais de 25% de faltas numa determinada disciplina será reprovado nessa disciplina, mesmo que obtenha nota de aprovação na avaliação de aprendizagem.

  • Horário das aulas

Para cursos no período vespertino: De 13:00 às 15:00 e das 15:10 às 17:10h

Para cursos no período matutino:   De 08:00 às 10:00 e das 10:10 às 12:10h

Para cursos no período noturno: De 17:50 às 19:50 e das 20:00 às 22:00h

Os alunos deverão estar atentos ao cumprimento do horário de início e término das aulas.