V E S T I B U L A R 2017.2

O Curso de Serviço Social do Centro Universitário Tiradentes – Unit foi implantado no segundo semestre de 2006, ofertando 50 vagas para o turno matutino e 50 vagas para o turno noturno, sendo reconhecido pelo MEC, através da portaria nº 517, de 17 de março de 2011, publicada no Diário oficial da União de nº 82 em 02 de maio de 2011, seção 1, página 11. Obteve conceito de excelência no ENADE.

É o primeiro curso privado de Serviço Social de Alagoas. Anteriormente, o estado contava apenas com o curso de graduação da Universidade Federal de Alagoas que formava por ano cerca de 100 profissionais para atuar nas mais diversas áreas nas quais esse este profissional é requisitado[1]. O curso surge então com a missão de proporcionar ensino de qualidade, atendendo uma demanda da comunidade alagoana, tendo em vista a ampliação do mercado de trabalho e as condições restritas de acesso à formação acadêmica.

O Projeto Pedagógico do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Tiradentes – Unit vem atender os novos desafios às atividades profissionais e o próprio desenvolvimento histórico profissional, requerendo revisão no processo de formação profissional existente frente às mudanças na realidade social. O Projeto Pedagógico é pautado nos princípios estabelecidos pelo Projeto Pedagógico Institucional (PPI), nas Diretrizes Curriculares para o curso de Serviço Social, no Código de Ética Profissional (1993), na Lei de Regulamentação da Profissão (1993) e na direção ético-política do Serviço Social brasileiro, além de também atender às recomendações da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – ABEPSS.

Com base nos princípios norteadores apontados nas diretrizes curriculares para o curso de Serviço Social, o Projeto Pedagógico do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Tiradentes – Unit apresenta em sua organização curricular um conjunto de disciplinas obrigatórias e outros componentes curriculares (laboratórios, oficinas, seminários temáticos, e atividades complementares) capazes de dinamizarem o currículo e responder as demandas postas à profissão pautado em rigor teórico e metodológico da realidade social.

O funcionamento inicial do curso ocorreu na sede da instituição localizada na Avenida Gustavo Paiva, 2990, 1ºandar, Mangabeiras, Maceió. A partir do segundo semestre de 2007 o curso foi transferido para o Campus Cruz das Almas, localizado na Avenida Gustavo Paiva, s/n, em Cruz das Almas, Maceió, resultado da implementação do Projeto de Desenvolvimento Institucional (PDI) com a expansão e melhoria da infra-estrutura institucional.

Neste período o Curso de Serviço Social vem dando consecução à implementação das Diretrizes Curriculares, bem como aos Projetos Pedagógicos Institucional e do Curso, referências fundamentais para a construção de uma prática de excelência acadêmica, socialmente inserida e comprometida com o desenvolvimento regional e com a transformação social.

Assim, o curso tem contemplado atividades acadêmico-científicas que, ao lado da oferta do ensino, procuram oferecer ações inovadoras em todas as disciplinas e atividades, com especial atenção à indissociável articulação entre ensino-pesquisa-extensão, tendo por fio condutor os Eixos Estruturantes e os Núcleos Geradores de Pesquisa e Extensão.

No aspecto curricular, destacamos atualmente:

  1. a composição integrada, interligando conhecimentos pautados nos núcleos de fundamentos teórico-metodológicos da vida social, da formação sócio-histórica da sociedade brasileira e do trabalho profissional;
  2. disciplinas que desenvolvem a formação cientifica do aluno possibilitando a reflexão e raciocínio críticos, à interdisciplinaridade e o domínio dos conhecimentos necessários ao desenvolvimento de competências e habilidades indispensáveis à atuação profissional, sobretudo no que se refere à investigação e análise da realidade, bem como a intervenção propositiva em face das expressões contemporâneas da “questão social”;
  3. práticas investigativas e extensionistas associadas ao desenvolvimento dos conteúdos programáticos das disciplinas, segundo metodologias adotadas pelos professores;
  4. estágios supervisionados nas diversas áreas de atuação do Assistente Social, com apresentação de um relatório final de estágio, e elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso, com apresentação pública, ambos necessários ao alcance do título de Bacharel em Serviço Social.

Desde o início de suas atividades acadêmicas o Curso tem observado criticamente as transformações societárias atuais, com destaque para a crise atual do capital, a reestruturação produtiva e o ideário neoliberal, que afetam diretamente as relações de produção e reprodução sociais. Em torno dessa questão, está situado o Serviço Social que na dinâmica do cotidiano é chamado a desempenhar funções no exercício profissional sob dimensões fundamentais: conhecimento teórico-metodológico acerca da realidade social e as demandas da ação profissional; compromisso ético-político pautado em valores emancipatórios; capacitação técnico-operacional a fim de definir estratégias e táticas interventivas.

Tal direção tem provocado uma demanda por profissionais capacitados em identificar e solucionar, com habilidades e competências, os problemas sociais. O Assistente Social defronta-se com novos espaços ocupacionais, principalmente no “terceiro setor” e junto aos movimentos sociais, para além daqueles historicamente conhecidos, sejam em instituições públicas ou privadas atendendo, com compromisso e qualidade, essa demanda.

Com base nessa dimensão, o Curso de Serviço Social tem por horizonte estratégico formar profissionais capacitados para compreender a realidade social, nela se inserindo de modo a responder, de forma propositiva, às demandas que se apresentam no cotidiano do exercício profissional, visando contribuir para o desenvolvimento regional e para a transformação social.

Conheça nossa infraestrutura

As transformações societárias engendradas a partir das três últimas décadas do século passado — da qual a reestruturação produtiva, a globalização da economia, o projeto neoliberal e a atual crise do capital figuram como maiores expressões — terminaram por saturar o tecido social da realidade brasileira com as mais diversas expressões da questão social.

Nesta contextualização, o agravamento da desigualdade social e a exacerbação da pobreza e da miséria tem desafiado a sociedade brasileira à procurar meios e formas de responder a tal problemática na perspectiva de consolidar e ampliar a democracia e a cidadania, sobretudo assegurando aos segmentos populacionais mais vulnerabilizados seus direitos sociais.

O Serviço Social enquanto profissão que assume o compromisso ético—político de assegurar e consolidar direitos tem sido desafiado a formar profissionais com a capacidade de analisar criticamente a realidade e com habilidades para nela intervir de forma criativa e propositiva.

Os Assistentes Sociais têm se inserido nos mais diversos espaços sócio-ocupacionais, seja em instituições públicas, seja em instituições privadas, ou ainda no terceiro setor e em movimentos sociais, atuando com as mais diversas políticas sociais (saúde, educação, assistência social, previdência, criança e adolescente, idoso, segurança, habitação, jurídico, etc.), nos mais diversos níveis (planejamento, gestão, avaliação e execução), sempre na perspectiva de contribuir para a construção de uma sociedade emancipada.

Estudar no Unit é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

Os Assistentes Sociais têm se inserido nos mais diversos espaços sócio-ocupacionais, seja em instituições públicas, seja em instituições privadas, ou ainda no “terceiro setor” e em movimentos sociais, atuando com as mais diversas políticas sociais (saúde, educação, assistência social, previdência, criança e adolescente, idoso, segurança, habitação, jurídico, etc.), nos mais diversos níveis (planejamento, gestão, avaliação e execução), sempre na perspectiva de contribuir para a construção de uma sociedade emancipada.

Informações

Silmara Mendes Costa Santos, Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas (1999).É especialista em Gestão Prisional e Tratamento Penal pela Universidade Federal do Paraná (2003). Possui mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal de Alagoas ( 2007). Atualmente é doutoranda em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco. É coordenadora e docente do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Tiradentes e coordenadora e docente do Curso de Pós-Graduação em Gestão de Política de Assistência Social no Contexto do SUAS do Centro Universitário Tiradentes. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: serviço social, políticas sociais, direitos humanos, trabalho, sistema penal e criminalização da pobreza.

Docente
Titulação Ingresso Regime Disciplinas Lattes
MAYRA BARBOSA VILAR ESPECIALISTA INTEGRAL
MAYRA DE QUEIROZ BARBOSA MESTRE PARCIAL
JANYNE LEITE DOS SANTOS ESPECIALISTA INTEGRAL
FRANCISCA DA SILVA SANTOS MESTRE INTEGRAL
CLÉCIA SIMONE AVELINO DA SILVA MACEDO ESPECIALISTA INTEGRAL
Silmara Mendes Costa Santos Mestre INTEGRAL
Albani de Barros Mestre
Patricia Monteiro Vasco de Almeida Mestre Integral
Marcelo Góes Tavares Mestre HORISTA
Maricelly Costa Santos Mestre Horista
- Formar profissionais com fundamentação teórico-metodológica, ético-político e técnico-operativa, plenamente capazes de analisar e compreender criticamente a realidade, nela intervindo de forma propositiva respondendo às demandas sociais emergentes em Alagoas e no Nordeste em face das expressões da questão social, assim contribuindo para o desenvolvimento e transformação social. Objetivos Específicos - Oportunizar uma formação acadêmica e intelectual generalista crítica, que possibilite aos futuros profissionais sua inserção nos espaços sócio-ocupacionais numa perspectiva de totalidade; - Fomentar, através do desenvolvimento de atividades de pesquisa e de extensão, atitudes críticas e reflexivas que possibilitem a inserção dos alunos na realidade e estimulem a análise e compreensão da mesma, bem como a produção de conhecimento técnico-científico; - Desenvolver competências e habilidades compatíveis com os desafios contemporaneamente postos à profissão em face do agravamento e exacerbação das expressões da questão social e em sintonia com os objetivos profissionais; - Formar profissionais capazes de atuar no âmbito das políticas sociais, públicas e privadas, em nível de gestão, elaboração, planejamento, avaliação e execução, garantindo aos usuários do Serviço Social a participação e o controle social, em uma perspectiva que busque a emancipação humana.