V E S T I B U L A R UNIT

A Engenharia Química é o ramo da engenharia responsável pela transformação na composição, estado físico ou conteúdo energético de matérias primas em uma série de produtos úteis ao ser humano. Em outras palavras ela é responsável por transformar matérias-primas, através de processos químicos, em produtos úteis e apropriados para o dia-a-dia, como por exemplo tinta de caneta esferográfica, esmalte de unha, potes plásticos para armazenar alimentos, medicamentos, alimentos e muito mais.

O Engenheiro Químico é o profissional de engenharia apto a desenvolver e supervisionar processos produtivos em indústrias, além de elaborar técnicas de transformação físico-química de matérias-primas, focando na preocupação com as técnicas e processos de extração das matérias-primas, de forma a causar o menor impacto ambiental possível.

Para exercer a profissão de Engenheiro Químico é necessário possuir diploma de bacharelado em Engenharia Química, expedido por instituição de ensino superior credenciada e por curso reconhecido pelo Ministério da Educação, além de possui registro profissional no Conselho Regional de Engenharia (CREA) do estado.

Infraestrutura

o curso de Engenharia Química da Unit AL possui a sua disposição a melhor estrutura física do Estado de Alagoas, bem como a mais moderna estrutura laboratorial e tecnológica, à disposição dos alunos e professores para o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Corpo Docente

formado por mestres e doutores, com experiência na docência e no mercado.

Monitoria

nos quais os alunos auxiliam os professores em investigações e aulas teóricas práticas, nos diversos laboratórios, promovendo a cooperação mútua, o avanço da ciência e o estabelecimento de novas práticas pedagógicas.

Pesquisa

: com o Programa de Bolsas e Voluntário de Iniciação Científica, onde os alunos realizam as pesquisas sob orientação dos professores, podendo publicá-las nos Cadernos de Graduação e apresenta-las na Semana de Pesquisa (Sempesq).

Extensão

com o desenvolvimento de projetos, atividades e ações em interação com a comunidade externa, contribuindo para a formação e para o desenvolvimento regional.

Biblioteca

o curso tem a sua disposição a Biblioteca Geral e a Biblioteca Setorial das Engenharias, com acervo atualizado e ampliado semestralmente, disponível fisicamente e eletronicamente, acessível em qualquer lugar, com disponibilidade de e-books, periódicos e acesso as diversas bases de dados.

Internacionalização

parceria com instituições de ensino em todo mundo, que permitem ao aluno vivenciar parte do curso no exterior, preparando-o para as complexidades da sociedade global.

Empregabilidade

com o Unit Carreiras auxiliando, preparando e inserido os discentes no mercado de trabalho.

Parceria com a Google

estimulando a utilização das novas tecnologia de informação e comunicação e de novos e modernos ambientes de aprendizagem.

O trabalho de um Engenheiro Químico está mais presente em nosso dia a dia do que imaginamos. O seu mercado de trabalho é muito extenso, visto que este engenheiro pode atuar em vários setores industriais, tais como: as indústrias de celulose e papel, petróleo e petroquímica, borracha e plásticos, cerâmica, resinas, medicamentos, tratamento de efluentes, tintas, corantes e cosméticos, biotecnologia, indústria alimentícia e aucroalcooleira, dentre outras.

Estudar na Unit é estar à frente do seu tempo e almejar um futuro de muitas conquistas.

O campo de atuação para o Engenheiro Químico é amplo. Este profissional está entre os mais requisitados entre os engenheiros. As maiores demandas pelo profissional vêm do setor petrolífero, mas segmentos tradicionais se mantêm estáveis, como a indústria de polímeros e de tintas e vernizes. O setor farmacêutico e de cosméticos, nos quais o profissional é chamado para criar novos produtos, é um dos mais aquecidos e promissores. Outro setor é o agroindustrial, onde o engenheiro trabalha com a produção de fertilizantes e defensivos, assim como na indústria de papel e celulose, onde ele pesquisa e desenvolve processos de produção e métodos para tratar os resíduos industriais. Na área ambiental, ele atua no tratamento de resíduos, no reaproveitamento de matérias-primas e na geração de energia de fontes renováveis.

Informações

Jaqueline Silva Albuquerque Da Guia, Formada em Engenharia Química pela Universidade Federal de Campina Grande (2006), onde trabalhou como aluna bolsista da Agência Nacional do Petróleo e Biocombustíveis (ANP), desenvolvendo a pesquisa de catalisadores eficientes para Hidrotratamento de cargas de petróleo (2003-2005) o que lhe conferiu alguns artigos completos e resumos publicados em anais de congressos nacionais na área do Petróleo. Possui especialização em Petróleo, Gás e Biocombustíveis e mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Alagoas (2010). Atuou como professora do Curso de Formação Profissional em Petróleo e Gás da Inform Cursos Profissionalizantes, na cidade de Pilar (AL) (2010-2011) e como professora substituta do Instituto Federal de Alagoas, pela coordenadoria de Química, ministrando disciplinas de engenharia e química nos cursos: Técnico em Química, Licenciatura em Química e Tecnologia de Alimentos (2010-2012).

Objetivo Geral

Exercer de forma plena a Engenharia Química, atuando em diversos setores e que sejam capazes de considerar os problemas em sua totalidade, com visão sistêmica de processos em geral, antecipando-se e propondo soluções que sejam corretas dos pontos de vista técnico, econômico, social e ambiental, sendo estes profissionais conscientes dos seus direitos e deveres, com amplos e sólidos conhecimentos teórico-práticos, fundamentados nas ciências básicas, ciências da engenharia, projetos e humanidades, com um perfil generalista, humanista, científico e empreendedor, capaz de solucionar problemas, aptos a atuar profissionalmente em espaços com uma visão ampla e global, respeitando os princípios legais e éticos com fácil adaptação às rápidas mutações do universo tecnológico no qual a engenharia química está inserida.

 

Objetivos Específicos

  • Formar engenheiros químicos com capacidade reflexiva, dotados de senso crítico, de ética e de competência técnica, com visão humanitária, ética, comprometidos com a preservação do meio ambiente e o seu desenvolvimento sustentável;
  • Formar profissionais para pesquisar e analisar os processos de produção usados nas indústrias e laboratórios;
  • Preparar engenheiros aptos a perfeiçoar as técnicas de extração, de transformação e de utilização de matérias-primas que serão transformadas em produtos destinados à indústria ou ao consumidor;
  • Capacitar profissionais para projetar e acompanhar a construção, a montagem e o funcionamento de instalações e fábricas de preparo e tratamento químico, avaliar a viabilidade econômica de projetos de Engenharia Química nos processos industriais, averiguar os processos de operação e manutenção de sistemas;
  • Formar profissionais para propor estudos e análises dos impactos das atividades da Engenharia Química no contexto social e ambiental, com responsabilidade profissional;
  • Habilitar engenheiros químicos para conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos e planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de Engenharia Química.