MENU

Engenharia Ambiental em Portugal

Estudantes têm trabalho aprovado para o 3º Congresso Lusófono de Educação Ambiental

às 15h04
Os estudantes Thiago Guedes e José Cícero Rocha do quarto período de Engenharia Ambiental do Centro Universitário Tiradentes - Unit foram selecionados para participar do 3º Congresso Lusófono de Educação Ambiental, em Portugal.
Compartilhe:

Realizado entre os dias 8 e 11 de julho, o evento visa contribuir para a formulação de políticas públicas que ajudem ao fortalecimento da educação ambiental nos países Lusófonos e Galiza. Além disso, busca incentivar e melhorar a produção científica em português, valorizando as iniciativas de revistas periódicas e outros meios de divulgação sobre Educação Ambiental.

O projeto dos estudantes visa o monitoramento do gás metano nos aterros sanitários e acoplado a ele a instalação de alguns sensores que medem a vazão desse resíduo fazendo com que, diante dos dados ali processados, resultem na quantidade de energia que aquele aterro está apto a gerar. A metodologia apresentada pretende favorecer soluções que levem em conta também que se por um lado o biogás proveniente dos aterros é prejudicial à camada de ozônio se lançado na atmosfera, por outro, o metano é um gás, que por seu alto poder calorífico, representa uma excelente forma de energia.

De acordo com ele, o objetivo do projeto de aproveitamento energético do biogás produzido pela degradação dos resíduos é convertê-lo em uma forma de energia útil, tais como: eletricidade, vapor, combustível para caldeiras ou fogões, combustível veicular ou para abastecer gasodutos com gás de qualidade.

Apenas Thiago representou o Centro Universitário Tiradentes no congresso, e afirma que a preparação para a apresentação foi intensa. “Espero que esse seja o primeiro de muitos projetos que tenho em mente e que dê frutos satisfatórios”, diz.

Compartilhe: