MENU

Você sabia que Marechal Deodoro vira capital de Alagoas na Proclamação da República?

Transferência é um rito simbólico, e acontece desde 2009

às 13h50
Palácio Provincial em Marechal Deodoro
Palácio Provincial em Marechal Deodoro
Compartilhe:

Esse ano, celebramos 133 anos de República Federativa e também a história do Marechal Manuel Deodoro da Fonseca. Mas você sabia que especialmente nesta data, a cidade de Marechal Deodoro – onde nasceu o proclamador, torna-se a capital Alagoana por um dia? Desde 2009, conforme prevê o parágrafo único do artigo 6 da Constituição Estadual de Alagoas, a capital é transferida para a cidade de Marechal Deodoro, que passa a ser sede do Governo do Estado. 

O rito é uma celebração simbólica, que comemora tanto a proclamação quanto a história do proclamador da república e primeiro presidente do Brasil, que era Deodorense, o Marechal Deodoro da Fonseca. 

Neste 15 de novembro de 2022, acontece a entrega da Comenda Rosa da Fonseca, o tradicional desfile cívico e a presença de vários líderes políticos do estado e nacional. . 

Contexto histórico da Proclamação da República 

Em 15 de novembro de 1898, com fundo social de uma tremenda insatisfação social, que estava espalhada por diversos grupos sociais da época, sobretudo os militares, ocorreu a Proclamação da República. 

Com a insatisfação instalada, houve a união de diversas classes sociais – que iam dos militares até a burguesia emergente da época – que por meio de um golpe, expulsaram a família real portuguesa e decretaram o fim da monarquia no país. Porém, temos que compreender que até o momento da proclamação, houve diversos momentos históricos que culminou a esse último, começando pela guerra do Paraguai, em 1870, e resultando na incapacidade da monarquia de atender aos interesses da sociedade brasileira da época. 

Ainda em 1870, houve também a publicação do conhecido Manifesto Republicano, organizado pelo movimento republicano da época. 

Posteriormente a isso, ao longo da década, era muito comum o acontecimento de manifestações contra a monarquia, mas a conspiração se tornou mais forte após a entrada do militar Marechal Deodoro da Fonseca, que era muito influente na época. O marco que deu fim a era imperial aconteceu no dia 15 de novembro de 1889, quando Marechal juntamente e tropas marcham em direção ao quartel-general. 

A proclamação em si aconteceu na Câmara e foi anunciada pelo vereador José do Patrocínio. Com isso, um governo provisório foi formado, e Deodoro proclamado presidente do Brasil, sendo ele o primeiro. 

Compartilhe: