MENU

Unit/AL promove orientação a professores sobre alunos surdos

Reunião semestral com docentes que terão surdos na turma será aberta a todos que quiserem conhecer metodologia e demais especificidades

às 13h54
Live será através do Google Meet para docentes da Unit
Live será através do Google Meet para docentes da Unit
Compartilhe:

Na próxima sexta-feira (05), das 15h às 17h, o Núcleo de Apoio Pedagógico e Psicossocial (NAPPS) do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) irá promover uma live através do Google Meet para os professores interessados em conhecer as adaptações metodológicas aos alunos surdos em sala de aula. A reunião é realizada a cada semestre com os docentes que terão surdos nas turmas, mas, desta vez, será aberta a todos os professores que queiram conhecer mais sobre o assunto.

Intitulada “A inclusão do aluno surdo no Ensino Superior: desafios e oportunidades para o corpo docente”, a reunião será mediada pela psicopedagoga do NAPPS, Verônica Wolff, a live terá apresentação das três intérpretes de Libras – a Língua Brasileira de Sinais – da Unit/AL, Cláudia Nascimento, Flávia Araújo e Cleone Correa, que irão apresentar como ter esse olhar acessível ao aluno surdo.

“O objetivo é realmente proporcionar um bate-papo e tirar dúvidas a respeito da metodologia usada em sala de aula. Vamos tirar as dúvidas dos professores quanto à legislação, forma de trabalho, adaptação das provas, qual é a diferença entre ter uma janela acessível num vídeo e qual a função de ter uma legenda no vídeo para o aluno surdo, a diferença entre as duas coisas”, detalhou Verônica Wolff.

À medida que um aluno surdo avança no curso, seus professores do semestre são chamados para este alinhamento, que se propões, antes de tudo a melhorar o acolhimento que este discente recebe em sala. Como a reunião é virtual, abriu-se o espaço a outros professores que queiram conhecer mais sobre acessibilidade e como podem incrementar seu trabalho com este viés.

“Essa atividade vai ser ótima, independente dele ser professor do aluno surdo ou não. Todo semestre repassamos essas informações e tiramos dúvidas, que sempre são muitas. Mostramos ao professor os direitos que o aluno surdo tem e que ele tem acesso a todo um acompanhamento na sala de recursos do NAPPS. É um momento muito rico, que queremos abrir para todos os professores que queiram buscar esse conhecimento”, arrematou Verônica.

Por Mariana Lima – Algo Mais Consultoria e Assessoria

Compartilhe: