MENU

Turma de Jornalismo realiza visita técnica à assessoria de comunicação do TJ

Na oportunidade, os estudantes puderam observar a rotina dos profissionais e tirar dúvidas

às 21h06
Com o objetivo de promover um estudo de campo para mostrar o dia a dia e as demandas do assessor de comunicação, alunos do terceiro período de Jornalismo da manhã puderam se familiarizar melhor com esse ambiente profissional. A visitação ocorreu na manhã de ontem (04/05), sob orientação da professora Suzana Gonçalves, responsável pela disciplina de Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:

Segundo Suzana, cerca de 30 estudantes participaram dessa experiência, que contribuiu para o desenvolvimento de competências acadêmicas relacionadas à prática da disciplina.

“Por mais que ensinemos em sala de aula sobre teorias e técnicas da assessoria, vivenciar in loco é fundamental para ampliar a compreensão dos alunos e promover essa troca de conhecimentos com um profissional atuante da área, a exemplo do gestor de comunicação do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas que relatou aos estudantes um panorama geral do funcionamento da assessoria durante a visita”, conta a professora.

Além disso, os discentes puderam compreender, entre outras coisas, a diferença entre o papel do jornalista dos veículos de imprensa e do assessor de comunicação, bem como puderam observar que a assessoria de comunicação pode requerer competências técnicas que o jornalista aprende em outras disciplinas, como saber produzir audiovisual, notícia de rádio, texto jornalístico, dentre outros.

“Iniciei minha vida profissional na Diretoria de Comunicação do TJ e isso foi fundamental para o desenvolvimento de competências da minha formação. Levar meus alunos para lá foi um misto de satisfação pessoal e profissional, pois guardo gratidão por tudo que aprendi sobre comunicação organizacional no TJ. E procuro trazer essa experiência prática para sala de aula também”, considera Suzana.

O aluno Bertrand Christopher destaca a importância de fazer uma visita técnica como essa, por expandir a visão e a possibilidade de novos caminhos na área. “Neste caso, senti um certo interesse e até domínio em trabalhos feitos na própria sala de aula. Então desejo que venham mais oportunidades como essa que deixam muita gente realizada assim como eu”, conta Bertrand.

A estudante Lícia Ferreira também tem uma visão semelhante. “Para mim, as atividades em contato com o meio externo, com o mercado de trabalho, são de extrema importância. Com a visita ao TJ não foi diferente. A oportunidade de ver e compreender amplamente o funcionamento e prática de uma Ascom foi fundamental, principalmente para mim, que tenho tido contato com a área e me interesso cada vez mais”, diz a aluna.

Compartilhe: