MENU

Tabu da masculinidade marca o bate-papo do V Café Intercom Unit

Evento aconteceu na Livraria Leitura do Parque Shopping e contou com especialistas para falar sobre como pensar o homem do século XXI

às 11h17
Comandada por três especialistas, a mesa-redonda do V Café Intercom Unit reuniu estudantes de diversas áreas para uma conversa sobre o tema “Masculinidades: Como pensar o homem do século XXI”. O evento aconteceu na Livraria Leitura do Parque Shopping, em Cruz das Almas, e teve como objetivo evidenciar a influência da mídia e sociedade na construção da imagem masculina.
Fotos: Marcos Araujo
Fotos: Marcos Araujo
Fotos: Marcos Araujo
Fotos: Marcos Araujo
Fotos: Marcos Araujo
Fotos: Marcos Araujo
Compartilhe:

A editora da revista Due e professora, Valná Dantas, iniciou o bate-papo explicando como surgiu a ideia de levar para as ruas o “Projeto Macho”, consagrado, segundo ela, como uma das maiores publicações da revista que já está no mercado há sete anos. “O Projeto Macho foi a continuidade de um trabalho antigo, quando levei para as bancas de revistas a mulher do século XXI e, imediatamente, vieram os questionamentos dos leitores sobre o homem contemporâneo. Daí, mergulhei a fundo nesse trabalho que aborda a masculinidade e que, posteriormente, alavancou debates”, contou Valná.

A editora da Due ressaltou que as reproduções de discursos machistas permeiam a atualidade. Ainda conforme Valná, não é raro escutar frases como: “Menino não brinca de boneca”, “Lugar de mulher é na cozinha”. Assim, segundo ela, é preciso educar a sociedade: “É através do diálogo que vamos obter resultados positivos e assertivos contra esse machismo”.

Já o analista do discurso de gênero e professor, Samuel Barbosa, trouxe para a mesa-redonda uma linha do tempo que evidenciou as mudanças de comportamento do homem entre os séculos XX e XXI. De acordo com ele, imaginar a pessoa do sexo masculino e seus progressos permite compreender que não existe uma denominação para masculinidade, visto que esse comportamento é construído ainda na infância.

Para concluir o bate-papo, a psicóloga e coach Cristiane Souza abordou questões da Psicanálise. Com perguntas: “O que quer o homem?” e “O que quer a mulher?”. Ela explicou que, através de uma investigação teórica da psique humana, é possível compreender que o homem não consegue ver a mulher na liderança.

O estudante de administração Lucas Bertoldo marcou presença no evento pela segunda vez. Segundo ele, os aspectos pautados são de suma importância na atualidade que ainda enxerga o tema como um tabu. “No mundo contemporâneo, pouco se fala do homem moderno. Falamos do machismo que ainda é predominante e dos defeitos masculinos, porém, pouco se fala do homem do século XXI, de suas mudanças e do motivo pelo qual, nós homens, agimos. O bate-papo foi muito enriquecedor”, disse.

Café Intercom Unit – O evento é um programa inteligente que proporciona a oportunidade de diálogo entre pesquisadores e sociedade sobre assuntos específicos da Comunicação. É uma promoção da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação – Intercom. Em Maceió, é idealizado pela professora e pesquisadora Danielle Cândido, sócia da Intercom, e organizado pelo Curso de Comunicação Social do Centro Universitário Tiradentes – UNIT.

“Quando propomos um título como este para o evento, o objetivo central é a discussão em torno das questões de masculinidades. E, como não vivemos numa sociedade isolada (mulheres de um lado e homens do outro), mulheres e homens podem e devem falar sobre o assunto, cada um com as suas particularidades, singularidades”, destacou a organizadora do evento.

Acompanhe as edições do Café Intercom, na íntegra, no canal do Youtube: Café Intercom Unit

Texto por assessoria.

Compartilhe: