MENU

Segunda graduação ou especialização: qual caminho seguir?

Investir em uma nova graduação ou em cursos de especialização é válido para potencializar empregabilidade, dizem especialistas

às 20h48
Fazer uma segunda graduação ou investir em uma pós-graduação pode aumentar as chances do profissional no mercado (Unsplash)
Fazer uma segunda graduação ou investir em uma pós-graduação pode aumentar as chances do profissional no mercado (Unsplash)
Compartilhe:

Com o mercado de trabalho cada vez mais acirrado e competitivo, a melhor opção para quem quer ter uma maior valorização profissional e aumento de salário ou promoções, é fazer uma segunda graduação ou investir em uma pós-graduação

“O profissional precisa estar cada vez mais atento às tendências e ferramentas que o mercado oferece. Por isso que até mesmo nos períodos de crise, as pessoas buscam cursos de  pós-graduação para se qualificarem, pois se sagram como um bom caminho para ampliar as chances de oportunidades”, considera o coordenador da pós-graduação Lato Sensu da Universidade Tiradentes (Unit Sergipe), professor Dr. Paulo Eduardo Silva Martins.

Ele explica ainda que, para fazer a especialização ideal, não basta escolher apenas a área de atuação: é necessário conhecer a instituição de ensino e a regulação dela perante o Ministério da Educação (MEC), além da leitura de mercado para saber o que ele tem demandado para que assim, sejam realizadas escolhas mais assertivas. Isso, lembrando que, segundo a Resolução 1/2007 estabelecida pelo MEC, apenas os que possuem diploma de curso superior podem realizar cursos Lato Sensu.

“A Universidade Tiradentes se preocupa com o rigor perante a legislação pertinente. Cabe salientar que pós-graduação é para quem já está graduado e isso é importante esclarecer pois muita gente tem dúvida, então não é possível entrar numa pós-graduação no último período da graduação, pois seguir a legislação é importante”, alertou o coordenador, acrescentando que atualmente, a Unit oferece diversos cursos de especialização, englobando as áreas de TI, Direito, Educação, Engenharia, Estética, Gastronomia, Gestão, Marketing, MBA, Nutrição, Psicologia e Saúde. 

Stricto Sensu

Para o professor e coordenador dos Programas de Stricto Sensu da Unit, Álvaro da Silva Lima, é indispensável ao indivíduo investir mais no processo continuado, diante da capacitação cada vez mais exigida pelo mercado de trabalho. De acordo com ele, no passado os cursos de graduação representavam a garantia de inserção no mercado, mas atualmente um curso de mestrado ou doutorado transforma o futuro e representa o passaporte para que alunos dos programas desenvolvam suas pesquisas em diversos países.

“A Universidade Tiradentes faz um processo muito bom que começa com a oferta de cursos de graduação com qualidade e os alunos podem continuar o seu processo de formação, que entendo como de formação continuada. Com o passar dos anos, mediante a exigência do mercado de trabalho, surgiu a necessidade de o indivíduo adquirir uma maior formação através do mestrado e do doutorado”, orientou.

O professor Álvaro disse ainda que uma característica a ser levada em consideração é que o mercado também passou a entender que tanto o mestrado, quanto o doutorado, não formam apenas o profissional para a docência, mas, também, para além da universidade, ou seja, esses títulos são cada vez mais utilizados para cargos de altos níveis dentro das empresas.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: