MENU

Revista do STF convida professor de Alagoas para Conselho Editorial

Publicação terá primeira edição já neste primeiro semestre com textos inéditos

às 20h25
Compartilhe:

O professor do curso de Direito e da pós-graduação do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL), Beclaute Oliveira, foi convidado nesta semana pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, para compor o Conselho Editorial da ‘Suprema – Revista de Estudos Constitucionais’ da corte.

“Fiquei muito contente e confesso que só me dei conta da relevância pela reação das pessoas. Como acadêmicos, recebemos convites para atuar como pareceristas, membros de conselho editorial, entre outras funções, mas foi com muita honra e imensa satisfação que recebi este convite”, assinala o professor.

Como membro do Conselho Editorial da revista do STF, Beclaute Oliveira terá a missão de apresentar sugestões para a política editorial e para o lançamento de dossiês temáticos, discutir questões constitucionais, além de assegurar o nível de qualidade da publicação, respondendo a eventuais consultas de seus editores-chefes.  

A ‘Suprema – Revista de Estudos Constitucionais’ terá periodicidade semestral, com a edição inaugural ainda no primeiro semestre de 2021. Seu objetivo é a difusão de textos acadêmicos das mais diversas áreas do Direito Público e Privado, contribuindo para a circulação do conhecimento gerado em pesquisas críticas, apresentando artigos, traduções e resenhas originais e independentes, com conteúdo inédito.

“A revista é direcionada a toda comunidade acadêmica interessada nos saberes produzidos no campo jurídico, como docentes, discentes, pesquisadores, juristas e profissionais do direito. A Suprema – Revista de Estudos Constitucionais contempla os mais diversos ramos do direito público e privado, e também deve abordar linhas menos convencionais do campo jurídico, como, por exemplo, Direito e Gênero, Direito e Raça e abordagens afins”, indica o ministro Luiz Fux no edital de lançamento da publicação.

Beclaute Oliveira leciona há 23 anos, sete deles na Unit/AL, e possui um currículo extenso na academia e no Direito. É doutor em Teoria do Direito e Decisão Jurídica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), mestre  em Direito Processual pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), membro fundador e ouvidor da Associação Norte-Nordeste de Professores de Direito Processual (Aneep), secretário-adjunto de Alagoas do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP), e membro do Instituto Ibero-americano de Direito Processual (IIDP), da Associação Brasileira de Direito Processual (ABDPro), do Centro de Estudos Avançados de Processo (Ceapro) e, também, professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Por Iracema Ferro – Algo Mais Consultoria e Assessoria

Compartilhe: