MENU

Revalida 2021: saiba o cronograma e os horários das provas

Exame é aplicado a médicos brasileiros ou estrangeiros que se formaram em universidades estrangeiras; provas acontecerão em duas etapas

às 20h45
Obrigatório para médicos formados no exterior, Revalida é composto por uma prova objetiva e outra de habilidades clínicas (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Obrigatório para médicos formados no exterior, Revalida é composto por uma prova objetiva e outra de habilidades clínicas (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Compartilhe:

Os médicos brasileiros ou estrangeiros que moram no Brasil, que obtiveram diploma de graduação em universidades estrangeiras reconhecidas no país e querem atuar profissionalmente no território brasileiro, devem ficar atentos. A primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) está marcada para o dia 5 de setembro.

O exame, que é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ocorrerá em Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Salvador (BA) e São Paulo (SP). 

De acordo com o cronograma completo da primeira fase do Revalida, a divulgação dos gabaritos preliminares das provas escritas ocorrerá em 7 de setembro. Já os gabaritos definitivos e os resultados das provas objetivas e discursivas serão divulgados no dia 26 de outubro. O prazo para pedidos de recursos é de 26 de outubro a 1º de novembro. E o resultado final será divulgado no dia 19 de novembro.

O Revalida, dividido em duas fases eliminatórias, terá na primeira etapa a avaliação escrita, com a aplicação de duas provas: uma objetiva, composta por 100 questões de múltipla escolha (P1), e outra discursiva, composta por cinco questões discursivas (P2). A segunda etapa é o exame de habilidades clínicas.

A aplicação das provas nesta primeira fase será dividida entre P1 na parte da manhã e P2 na parte da tarde, seguindo o horário de Brasília, com abertura dos portões às 7h e 14h30 e o fechamento às 7h45 e 15h15. E o início das provas às 8h e 15h30, e o término às 13h e 19h30.

Acesso 

Para ter acesso à sala de aplicação das provas, o candidato precisa apresentar um documento de identidade com foto e estar usando máscara contra a Covid-19, dentro do horário estabelecido. O cartão-resposta deve ser preenchido com caneta transparente de tinta preta. Quem for aprovado na primeira etapa poderá realizar o exame de habilidades clínicas, que ainda não tem data para acontecer.

Para participar é necessário:

  • ser brasileiro(a) ou estrangeiro em situação legal de residência no Brasil;
  • enviar imagens do diploma (frente e verso), como solicitado pelo sistema de inscrição;
  • ter registro no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) emitido pela Receita Federal do Brasil;
  • ser portador de diploma médico expedido por instituição de ensino superior estrangeira, reconhecida no país de origem pelo seu ministério da educação ou órgão equivalente, autenticado pela autoridade consular brasileira ou pelo processo de Apostilamento da Haia, regulamentado pela Convenção de Apostila da Haia, tratado internacional promulgado pelo Brasil por intermédio do Decreto nº 8.660, de 29 de janeiro de 2016.

Asscom | Grupo Tiradentes
com informações do Inep 


Compartilhe: