MENU

Reitor Dario Arcanjo recebe título de Amigo da Academia Alagoana de Letras


às 15h33
A Academia Alagoana de Letras completou 100 anos de história. E em virtude de sua valiosa contribuição no ano do centenário da instituição, foi conferido ao professor Dario Arcanjo, Reitor do Centro Universitário Tiradentes – Unit AL, o título de ‘Amigo da Academia’. A Sessão Solene de entrega de títulos e honrarias foi realizada nessa quarta-feira (04), e marcou o encerramento das atividades de 2019 e as comemorações do centenário da Academia.
Compartilhe:

Realizada na sede da Academia Alagoana de Letras – Casa Jorge de Lima, localizada no Centro de Maceió, com o auditório lotado, foram prestadas várias homenagens a personalidades alagoanas.

“Nós queremos agradecer a homenagem e dizer que o Centro Universitário Tiradentes sempre estará à disposição para apoiá-los. A educação é o astro do desenvolvimento de qualquer país e quero parabenizar a todos os membros da Academia Alagoana de Letras por, cada vez mais, disseminarem a cultura alagoana”, ressalta Dario Arcanjo.

Em seu discurso para os convidados presentes, Alberto Rostand Lanverly, presidente da Academia Alagoana de Letras, falou sobre a visita que foi realizada à Unit. “Durante uma visita ao professor Dario, fomos extremamente bem recebidos e que nos deu todo o apoio que precisávamos. Por isso, é uma alegria contar com grandes parceiros da nossa Academia, principalmente numa época de tantas adversidades, mas que confiam em nossa instituição. Quero agradecer a cada um, pelo apoio e por representarem aos nossos 1 milhão de habitantes alagoanos”, disse Alberto Rostand Lanverly.

Academia Alagoana de Letras

A Academia Alagoana de Letras foi fundada no dia 1° de novembro de 1919. Possui 40 cadeiras numeradas, 38 ocupadas, cada uma delas homenageia um alagoano ilustre já falecido. Dentre seus membros mais famosos tem-se o Imortal e ex-presidente da Academia Brasileira, Lêdo Ivo, o lexicógrafo Aurélio Buarque de Hollanda Ferreira, o ex-presidente do Brasil Fernando Collor de Mello e o presidente da Fundação Casa do Penedo Francisco Alberto Sales.

Compartilhe: