MENU

Quem resiste a um chocolate?

Adorado por muitos, o consumo de chocolate tem lados positivos e negativos. Nutricionista fala mais sobre o alimento proveniente do cacau

às 19h09
Compartilhe:

Hoje é o Dia Mundial do Chocolate, um produto adorado por pessoas de todas as idades e presente em diversas receitas como o famoso brigadeiro. Obtido a partir da mistura de derivados do cacau, o alimento é considerado por muitos um aliado na melhoria do humor a partir da serotonina ou no alívio do estresse. Ele também, quando consumido em excesso com açúcares, pode se tornar um vilão ao nosso corpo.

A professora do curso de Nutrição da Unit Alagoas, Raphaela Costa, explica que a gordura do chocolate, derivada do cacau, é constituída por dois ácidos graxos saturados, o ácido palmítico, o esteárico e o ácido oleico monoinsaturado, em adição de uma pequena quantidade (menos do que 5%) de outros ácidos graxos. 

“As quantidades de ácido graxo esteárico são responsáveis pelo efeito neutro sobre o metabolismo do colesterol. Deve-se ter cuidado, no entanto, com chocolate confeccionado com leite, pois pode conter grande quantidade de ácidos graxos mirístico e láurico, conhecidamente hipercolesterolêmicos” explica a docente.

Quando consumido na quantidade certa, o chocolate (de preferência o amargo ou meio amargo) pode trazer efeitos benéficos para a saúde como o combate a hipertensão por conter polifenóis no cacau. Por isso, é recomendável o consumo de chocolates com um percentual elevado de cacau ou alternativas como o brigadeiro de biomassa de banana verde.

Compartilhe: