MENU

Programa de intercâmbio

Carolina voltou de Portugal e Clara embarca para o Canadá na próxima sexta-feira

às 13h24
A experiência de viver em outro país é a chance de conquistar o crescimento pessoal e profissional. Morando sozinho ou com colegas, quem se aventura a fazer um intercâmbio sente a responsabilidade de cuidar de si e tomar decisões importantes; alguns dos pontos positivos, de acordo com os estudantes, são independência e capacidade de integração.
Compartilhe:

A estudante Ana Carolina Ferreira Silva, do curso de Psicologia do Centro Universitário Tiradentes – Unit – voltou do intercâmbio em Portugal com muita bagagem acadêmica. Carolina se inscreveu no Programa de Mobilidade Acadêmica em 2014 e estudou algumas disciplinas de Psicologia durante seis meses, além de conviver com intercambistas de diversos países.

“Eu estudava no Unit Idiomas, mas não com o intuito de fazer intercâmbio. Quando decidi fazer,  percebi a importância de estudar outro idioma para se comunicar. Mesmo estando num país de língua portuguesa conversava com pessoas de diversos países”, destaca. Para Carolina, a facilidade foi que os professores de Psicologia do Unit já passavam artigos em inglês para discussões em sala de aula, o que ajudou no entendimento técnico da língua.

A jovem conviveu com pessoas do Paquistão, da Polônia, Espanha, Itália e afirma que voltou com a visão ampliada sobre as possibilidades de criar, de se comunicar e de entender outras culturas.

Ainda existem aqueles que estão embarcando pela primeira vez em uma viagem internacional. A aluna Maria Clara Farias de Lira, quarto período de Direito, embarca para o Canadá no próximo dia 11. Estuda no Unit Idiomas desde 2014, e sentiu a vontade de realizar um intercâmbio. A jovem vai estudar durante três meses na Universidade de Vitória. “Estou ansiosa, mas não com medo. Como estudei a língua Inglesa aqui, me sinto segura em ir e não passar vergonha”, destaca Maria Clara. Ela afirma que estudar outro idioma é fundamental para ter crescimento profissional e pessoal.

De acordo com o site Belta online, o mercado de intercâmbio cresceu aproximadamente 600% durante os últimos dez anos. Em 2003, o número de brasileiros que realizaram algum curso no Exterior não passou de 34 mil e, dez anos depois, chegou a 202 mil.

Compartilhe: