MENU

Professor de Medicina defendeu dissertação sobre Covid-19

Pesquisa se baseou nas mudanças da imagem da tomografia computadorizada do tórax de pacientes infectados com a Covid-19

às 20h58
Professor do curso de Medicina da Unit Alagoas, Lucas Novais Bomfim
Compartilhe:

O professor do curso de Medicina da Unit Alagoas, Lucas Novais Bomfim, defendeu sua dissertação de Mestrado em Ciências Médicas pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal) no final de setembro. Com o tema “Achados tomográficos do tórax em pacientes infectados pela COVID-19 e associação com os estágios evolutivos temporais”, a pesquisa teve orientação da Professora Dra. Michelle Jacintha Cavalcante Oliveira.

No trabalho apresentado por Lucas foram identificadas as mudanças nos padrões da imagem na tomografia computadorizada (TC) de tórax durante o curso evolutivo dessa doença, bem como a análise demográfica e a correlação com o desfecho clínico.

Segundo o Prof. Lucas Bomfim, as pesquisas sobre a infecção pela COVID-19 vêm trazendo grandes avanços na medicina e nos exames de imagem, sendo amplamente discutido mundialmente. “A TC foi essencial no início da pandemia, principalmente devido à escassez, disputa comercial e demora dos resultados dos exames de diagnóstico como o RT-PCR. Além disso, a TC do tórax vem auxiliando no diagnóstico de alterações pulmonares e colabora na avaliação da gravidade do paciente, porém se realizada de forma muito precoce aumenta o número de exame falso negativo, sendo o recomentado realizar o exame só após o 4º dia do início dos sintomas, se necessário”, explica. 

Ainda de acordo com o docente, alguns achados tomográficos como vidro fosco e pavimentação em mosaico tiveram associação significativa com o estágio evolutivo da doença em relação aos dias do início dos sintomas. A dissertação reforça a necessidade de pesquisas mais aprofundadas e detalhadas sobre a sua evolução temporal, visando oferecer ao paciente um atendimento multiprofissional de qualidade, aumentando as chances de recuperação.

Compartilhe: