MENU

Professor da Unit AL realiza pesquisa sobre Grupos Quilombolas


às 19h18
Com o compromisso de responder questões de como são estabelecidas os parentescos, sua influência e as relações de poder de grupos Quilombolas, o Professor dos cursos de Medicina, Comunicação Social e do SOTEPP do Centro Universitário Tiradentes – Unit AL, Dr. Pedro Simonard, realizou uma pesquisa para analisar como essa comunidade se reproduz social, econômica e culturalmente.
Compartilhe:

Antropólogo e documentarista, Simonard graduou-se na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, fez mestrado na USP, doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ e um pós-doutorado na Université Laval, em Quebec, no Canadá. Preocupado com as relações interétnicas e a interferência do tema na estrutura agrária do país, Pedro entende que a importância social do seu trabalho.

“Estamos formando quadros nos quilombos de maneira que os quilombolas possam, eles próprios, se organizarem politicamente e lutarem por seus direitos, sem precisar do apoio de alguém de fora da comunidade”, comentou o professor que trabalha com pesquisa nesse campo há alguns anos e já teve três artigos publicados.

Os estudos feitos pelo Antropólogo teve a participação de alunos de Medicina, Comunicação Social e Direito, respectivamente Artur Belo, Brenna Pacheco e Aristóteles Sales. O aluno que tiver interesse em participar em algum dos trabalhos do professor Pedro, pode procurá-lo na sala de programa de pós-graduação do SOTEPP, no térreo do Bloco C.
A pesquisa científica faz com que o aluno enriqueça o currículo lattes, contribua com a pesquisa e a ciência na universidade, além de manter contato mais próximo com professores.

“A academia é responsável pela maioria das pesquisas realizadas no mundo. Sem ela o número de pesquisas realizadas seria quase irrisório. A pesquisa científica permite não só a criação de novas tecnologias e inovações como permite analisar os efeitos sociais destas pesquisas e inovações. Além do mais, a pesquisa na academia permite que se estabeleça uma relação entre teoria e prática que leva ao desenvolvimento de pesquisas que tenham, realmente, função social”, enfatiza o professor.

A Unit AL através da Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão publicou o edital do programa de Iniciação Científica para o aluno que desejar ingressar com seu estudo, no último dia 30. O edital estará aberto para o recebimento dos projetos até o dia 31/05. Trinta e sete vagas estão disponibilizadas. Saiba mais Aqui.

Compartilhe: