MENU

Plano de negócios: confira dicas para quem quer abrir uma empresa

Planejamento é a palavra-chave para estruturar um novo negócio e para isso é preciso montar um plano completo

às 21h25
Fazer um plano de negócios é fundamental para o equilíbrio da empresa em seus anos iniciais (Unsplash)
Fazer um plano de negócios é fundamental para o equilíbrio da empresa em seus anos iniciais (Unsplash)
Compartilhe:

Mais do que determinação. Quem deseja empreender necessita, antes de mais nada, ter planejamento. Neste sentido, é imprescindível montar um plano de negócios, e assim dar os primeiros passos para tornar o empreendimento viável e bem sucedido.

O plano de negócios auxilia no mapeamento de informações para a estruturação do empreendimento, desde a concepção da ideia até o desenvolvimento do plano de ação para fazer o sonho de empreender se tornar realidade. Outro passo importante neste processo é realizar uma pesquisa de mercado. Essa iniciativa é interessante para saber a respeito de concorrentes, fornecedores e nichos de clientes, além de tendências.

“Há anos o Brasil ocupa uma posição de destaque dentre os países mais empreendedores do mundo. Para se ter uma ideia, desde o ano de 2018 tem crescido o número de empreendedores jovens no Brasil, pessoas dos 18 aos 25 anos que escolheram como opção profissional, ter seu próprio negócio. Tudo começa com três perguntas simples: O que eu amo fazer? Por que eu faço? E como tornar isso em uma oferta de valor para a sociedade? Essas três perguntas deverão fazer parte de um plano de negócios, também chamado de Business Plan”, destaca o professor Joebson Oliveira, coordenador pedagógico do curso de Administração da Unit Pernambuco.

Dentro deste planejamento de negócios, o futuro empreendedor deve fazer também um plano de investimentos. É por meio desta etapa que é possível estipular a previsão de faturamento, custos fixos e variáveis, lucros e prejuízos, reservas, itens que são essenciais para manter o negócio saudável e assim conquistar o equilíbrio nos dois primeiros anos de mercado, período no qual a mortalidade das micro e pequenas empresas é maior.

“Existem inúmeros sites na internet que oferecem modelos prontos para facilitar a vida e o planejamento das futuras e futuros empreendedores. O ideal é tentar responder o maior número de perguntas possíveis apresentadas no Business Model Canvas que permitirão uma visão mais ampla do negócio, dos clientes e do mercado. Uma das principais funções do BMC é reduzir os riscos de insucesso, algo que faz parte do processo empreendedor. Por esse motivo é muito importante estruturar o plano de forma completa”, orienta o professor. 

Asscom | Grupo Tiradentes 

Compartilhe: