MENU

Oscar 2021: saiba como será a cerimônia em meio à pandemia da Covid-19

Diversas adaptações foram planejadas para evitar a disseminação do coronavírus, entre elas, uma lista com poucos e seletos convidados que estarão presencialmente no evento.

às 11h00
Cerimônia do Oscar será realizada no dia 25 de abril, em Los Angeles
Cerimônia do Oscar será realizada no dia 25 de abril, em Los Angeles
Compartilhe:

Nada de videoconferência. Essa é uma das premissas que serão adotadas pela organização na edição do Oscar 2021, mesmo em plena pandemia da Covid-19. Para não quebrar o glamour do tapete vermelho, diversas adaptações e protocolos sanitários serão implementados para que a maior premiação do cinema mundial possa acontecer presencialmente em Los Angeles, na Califórnia.

É bem verdade, que em razão do coronavírus, a cerimônia que é realizada tradicionalmente no primeiro trimestre do ano, precisou ser adiada, e está marcada para acontecer agora em abril, precisamente no dia 25 de abril. Ao confirmar que a entrega do prêmio seria presencial, os indicados logo foram avisados que participar de forma remota, por videoconferência, definitivamente, não seria possível. Mas, a exemplo do que ocorreu na entrega do Grammy, a imprensa americana aposta que com o Oscar, parte da transmissão também será feita em um ambiente aberto, ao ar livre, com uma restrita lista de convidados.

Outra novidade, é que a cerimônia será dividida em dois espaços, a sede do Oscar, ou seja, o Teatro Dolby, e a Union Station, estação de trem que também está localizada em Los Angeles. Em razão da pandemia, outra adaptação teve que ser feita e ao contrário das edições anteriores, a Academia teve que autorizar a inscrição de filmes transmitidos online, pela internet, já que as salas de cinema de todo o mundo tiveram que fechar.

Indicados

Oito produções concorrem para ‘Melhor Filme’, sendo que dois têm protagonistas femininas: “Nomadland” e “Bela vingança”. Em ‘Melhor Direção’, o destaque também vai para as mulheres, é que pela primeira vez na história da premiação, duas foram indicadas, sendo Emerald Fennel, diretora de “Bela vingança” e Chloé Zhao, que assinou a direção de “Nomadland”.

Compartilhe: