MENU

Mercado em alta para profissionais especialistas em e-commerce

Pandemia impulsionou o mercado e-commerce brasileiro, o que significa oportunidades para profissionais especialistas nesta área.

às 13h03
A função de especialista em e-commerce já é uma das 15 em destaque no mercado de trabalho brasileiro
A função de especialista em e-commerce já é uma das 15 em destaque no mercado de trabalho brasileiro
Compartilhe:

O isolamento social impulsionado pela pandemia da Covid-19 provocou a alta do mercado e-commerce no País. Esse panorama, aqueceu também as oportunidades para profissionais especialistas na área, e até para aqueles que ainda não haviam atuado no setor que, com o passar do tempo, tem entre os objetivos aprimorar a experiência de compra de milhões de clientes.

“Esse movimento de proteção contra o vírus, onde as pessoas tiveram que adotar o isolamento social, provocou novos direcionamentos de consumo na população mundial, promovendo assim, o impulso de buscar o atendimento às suas necessidades no digital, através da compra online. Muitas empresas tiveram que se reinventar para poder fazer parte deste grupo seleto de organizações que migraram suas ofertas físicas para o cenário digital”, destaca o professor Joebson Oliveira, coordenador pedagógico do curso de Administração da Unit Pernambuco.

Um levantamento realizado pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital, o e-commerce apresentou uma alta de 73,88% no Brasil, em 2020. Diante deste crescimento expressivo, surgiram oportunidades de trabalho, colocando a função de especialista em e-commerce como uma das 15 em destaque no mercado de trabalho brasileiro.

“Com o comércio eletrônico cada vez mais presente na vida da população brasileira e a alta demanda por estes serviços, logo o mercado também está aquecido para os profissionais especialistas em e-commerce, afinal, comprar pela internet trouxe mais comodidade, segurança e privacidade ao consumidor. Neste sentido, a demanda é cada vez maior por profissionais qualificados e com habilidades necessárias para atendimento do mercado, que agora busca por um especialista na área que tenha conhecimentos adequados na área de vendas, TI e finanças”, destaca Werson Kaval, professor de MBA e Pós-Graduação nas áreas de Empreendedorismo, Inovação, Planejamento Estratégico e Gestão de Negócios/Startups da Unit Pernambuco.

Frente às grandes transformações que o comércio eletrônico vem passando, entre as diversas tecnologias que fazem parte do perfil relacionado ao profissional de e-commerce, vale destacar as seguintes: Plataforma de e-commerce, e-commerce Social, CRM, Inteligência artificial, Big Data, Omnichannel, Blockchain, Analytics, Marketing Digital, dentre outras.

“Fácil perceber, que estes profissionais hoje tem uma grande responsabilidade na estratégia comercial, exercendo também um papel estratégico, em questões relacionadas diretamente à gestão da empresa, principalmente em temas, tais como: segmento de clientes, experiência do consumidor, redução de custos, melhoria na qualidade dos serviços, otimização de recursos e controle financeiro. Para profissionais que pensam em trilhar por esta área, vale lembrar que tão importante quanto adquirir os conhecimentos técnicos exigidos pela área (Hard Skills), é também desenvolver habilidades pessoais (Soft Skills), que integram o perfil ideal de um profissional de e-commerce buscado pelas empresas”, enfatizou Kaval. 

Compartilhe: