MENU

Live traz estratégia da Alemanha na internacionalização de empresas

Pesquisador defende que modelo pode servir de inspiração aos empresários brasileiros na retomada econômica

às 17h29
Live está disponível no Youtube da Unit AL
Live está disponível no Youtube da Unit AL
Compartilhe:

Que o Brasil tem atravessado fases complicadas na economia todos já sabem, porém o Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) procurou trazer um estímulo aos empresários locais diante de tantas dificuldades. Em mais uma Live Tiradentes, na última quarta-feira (10), a instituição trouxe o tema ‘A Estratégia Alemã para Internacionalização de PMEs’ para inspirar os brasileiros na retomada econômica.

“Este é um assunto bastante interessante para pequenos e médio empresários. É muito importante no mundo de hoje entender que existem modelos e estratégias de sucesso que muitas vezes não temos como replicar 100% em nosso país, mas que nos permite aprender muito”, destacou Marco André Ramos, coordenador do Unit Biz, área de ligação entre a Unit/AL e o mercado, na abertura da live.

Então a moderadora Tássia Gonçalves, coordenadora de Relações Internacionais da Unit/AL, apresentou o palestrante Valter Angelo, pesquisador da Fundação Alexander Von Humboldt e mestre em Relações Internacionais pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que já atuou na Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA) com Inteligência Comercial e Pesquisa de Mercado.

Bastante didático, Valter mostrou o modelo de fomento à internacionalização de pequenas e médias empresas (PME) aplicado na Alemanha, chamado de PMEs Globais, trazendo dados e reflexões sobre a presença dessas empresas no faturamento das exportações.

Para começar, apontou que as PMEs alemãs equivalem a mais de 58% da força de trabalho do país, sendo 99,6% das empresas na Alemanha, representando 35,3% do total de vendas do país e responsáveis por 15,9% do faturamento com exportações. Ele ainda destacou o papel dessas empresas na formação da mão de obra.

“Essas PMEs estão totalmente ligadas à formação dos estudantes alemães e são os locais que eles recorrem para treinamentos após os estudos. 82% dos aprendizes estão nessas empresas, que ajudam a formar a massa laboral do país e têm um gasto expressivo com pesquisa e desenvolvimento”, frisou Valter.

Para o especialista, o segredo do sucesso alemão está ligado a vários aspectos, entre eles o fato das empresas fazerem a aquisição da competição, buscando ocupar um nicho de mercado e desenvolvendo novas tecnologias, entre outros segredos que já são aplicados no Brasil.

“Elas se adaptam aos clientes internacionais, se instalam no país de destino entendendo a cultura. Participam de feiras, fazem estudo de mercado, coisas que as empresas brasileiras que buscam exportar já fazem de certa forma, recebendo o suporte de órgãos governamentais e entidades voltadas ao apoio à exportação”, concluiu Valter Angelo.

Como se organiza o sistema

Valter detalhou como funciona o PMEs Globais. A Alemanha, que conta historicamente com a cultura exportadora muito favorecida pela sua posição geográfica, é a maior economia da Europa e conta com muitos produtos industrializados em sua cadeia de exportação.

Lá, o conceito de pequenas e médias empresas é mais unificado. Essas empresas são chamadas de Mittelstand, com uma definição qualitativa e quantitativa, e têm em suas cadeias de comando pessoas da mesma família com no mínimo 50% do controle do negócio.

Outra categoria de PME são as KmU, divididas entre: micro (com no máximo nove funcionários e máximo de €2 milhões em faturamento anual); small (com até 49 funcionários e €10 milhões em faturamento); medium (até 499 funcionários e €50 milhões em faturamento).

Nesses enquadramentos, 21% das empresas têm negócios internacionais e contribuem com a cultura exportadora, com a força principal nos setores de manufatura, construção civil e serviços – englobando Tecnologia da Informação, Internet das Coisas, desenvolvimento de softwares e aplicativos.

Por João Paulo Macena e Mariana Lima – Algo Mais Consultoria e Assessoria

Compartilhe: