MENU

Inscrições abertas para Projetos de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

Devido à pandemia, as propostas de projetos de iniciação científica devem seguir orientações específicas como a de estratégias online para coleta de dados

às 18h11
Compartilhe:

Estão abertas até 22 de junho as inscrições para a seleção de projetos de Iniciação Científica e de Iniciação de Desenvolvimento Tecnológica e Inovação do Centro Universitário Tiradentes – Unit Alagoas. Os docentes que desejam orientar projetos e os estudantes que desejam iniciar no mundo da pesquisa devem ficar atentos às orientações e prazos apresentados no edital. Para o ciclo 2021/2022, a instituição está disponibilizando um total de trinta bolsas remuneradas além de mais quinze concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Alagoas – Fapeal. Já os projetos aprovados em mérito que não puderem ser contemplados com bolsas, poderão ser enquadrados no Programa Voluntário de Iniciação Científica da UNIT/AL – PROVIC, sendo disponibilizadas 38 cotas e no Programa Voluntário de Iniciação de DesenvolvimentoTecnológico e Inovação – PROVITI, com uma cota.

Neste ano, devido a Pandemia da Covid-19, recomenda-se que as propostas de projetos de iniciação científica sigam as seguintes orientações: os objetos de pesquisa devem ser construídos levando em consideração as restrições sociais; as propostas devem usar dados de prontuários, fontes documentais de acesso online, fontes oficiais de bancos de dados e relatórios de Instituições; e na metodologia deve-se apresentar os instrumentos que possam usar estratégias online para coleta, registro e obtenção de dados, caso perdurem as restrições sociais.

Os projetos que preveem atividades práticas devem observar a possibilidade de que as restrições sociais possam perdurar ou a sociedade vivenciar novas ondas de contágio que exijam novas restrições.

A coordenadora de pesquisa da Unit AL, Silmara Santos, explica sobre a importância de também se pesquisar sobre a pandemia, pois as respostas a esta situação e seus impactos passam pela necessidade da pesquisa científica, assim como todas as questões que permeiam a sociedade. “É através do conhecimento científico que podemos revelar as respostas e as evidências capazes de atender às necessidade humanas e da sociedade”, comenta. 

Silmara reforça que a instituição estimula o desenvolvimento de competências no âmbito científico, tecnológico e inovação de modo a possibilitar a transferência de conhecimento para a sociedade, permitindo a continuidade da formação dos discentes com uma orientação adequada, individual e continuada, qualificando-os para o ingresso na pós-graduação institucionalizando os projetos de pesquisa desenvolvidos, regulamentando e dando o apoio às atividades de pesquisa científicas. “É importante defender a Ciência como uma atividade acadêmica e social fundamental para a existência humana e o desenvolvimento da sociedade”, conclui.

Compartilhe: