MENU

Impactos Ambientais serão abordados em disciplina do Sotepp

Casos locais como o caso da mineração da Braskem nos bairros de Maceió serão discutidos na disciplina Avaliação de Impactos Ambientais

às 12h31
Bairro Pinheiro, em Maceió. Foto: Ailton Cruz
Bairro Pinheiro, em Maceió. Foto: Ailton Cruz
Compartilhe:

“Avaliação de Impactos Ambientais” é mais uma das disciplinas que estão sendo ofertadas para alunos especiais do Programa de Pós-Graduação em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas (Sotepp) do Centro Universitário Tiradentes – Unit Alagoas. Ministrada pelo professor Diego Rodrigues, a disciplina busca trabalhar os conceitos e ferramentas metodológicas da Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) em uma abordagem aplicada por meio de Estudo de Impacto Ambiental (EIA); Avaliação de Risco e Avaliação de Impacto na Saúde, abordagem ainda muito recente.

“Pretendemos, ao longo da disciplina, apresentar casos para que os alunos e alunas possam desenvolver críticas ao licenciamento ambiental, mas também identificar soluções para situações como risco de câncer pelo uso de produtos fitossanitários (agrotóxicos) ou envolvendo desastres, como o caso da mineração em área urbana produzido pela Braskem em Maceió que terminou por gerar impactos físicos (como o afundamento do solo em bairros da cidade) e na saúde como o aumento de casos de depressão e transtorno de ansiedade”, explica Diego.

De acordo com o docente, a ideia é que, baseado no desastre local, os alunos da disciplina possam mapear e classificar os impactos mais importantes do desastre nos bairros do Bebedouro, Pinheiro, Mutange e Bom Parto e que, ao final, seja produzido um relatório científico a partir do caso. “Esse tipo de abordagem, envolvendo estudantes de variadas formações, permitirá um caráter multi e interdisciplinar para trabalhar os casos envolvendo impactos ambientais e sociais”, comenta.

As principais leituras para o curso serão o livro clássico “Avaliação de Impacto Ambiental: conceitos e métodos, de autoria de Luiz Enrique Sanchez, e artigos científicos que abordem o tema.

As inscrições para alunos especiais vão até 11 de agosto. A oportunidade é destinada a pessoas diplomadas em qualquer área de conhecimento e alunos em final de curso. Para saber mais sobre o programa e se inscrever em alguma disciplina clique aqui.

Compartilhe: