MENU

Habilidade de comunicação é essencial na Gestão de Recursos Humanos

Competências ligadas ao comportamento são cada vez mais valorizadas e demandadas no mercado de trabalho

às 15h12
A comunicação eficiente entre gestores e funcionários é fundamental para o bom desempenho das atividades de uma empresa (Reprodução)
A comunicação eficiente entre gestores e funcionários é fundamental para o bom desempenho das atividades de uma empresa (Reprodução)
Compartilhe:

O mundo do trabalho atual valoriza as habilidades ligadas ao comportamento e à mentalidade das pessoas. A forma de agir diante dos problemas e desafios no local de trabalho é cada vez mais determinante na progressão da carreira, e a comunicação tem papel de destaque neste cenário. É uma das competências essenciais para a Gestão de Recursos Humanos na busca por diálogos e integração de pessoas.

As novas tendências de mercado com os avanços tecnológicos aumentaram a importância do domínio da comunicação interpessoal no ambiente de trabalho. Mas a realidade apontada em estudos é que muitos gestores não se sentem à vontade para se comunicar com suas equipes, construir pontes e superar desafios diários desse aspecto.

Saber se comunicar bem, na forma oral ou escrita, sem ruídos ou desencontros que prejudiquem o entendimento, é algo que vai bem com colegas de equipe ou mesmo com públicos externos. É preciso interagir bem com parceiros, clientes, fornecedores e outros públicos, adaptando seu “texto” ao contexto de cada situação ou objetivo.

Para quem gerencia pessoas é mesmo algo imprescindível, mas empresas de todos os portes e segmentos costumam possuir dificuldades nesta área. Os desafios relacionados à comunicação dentro de uma empresa não são poucos. Coordenar equipes depende do envolvimento dos colaboradores, que precisam estar cientes das etapas de um projeto ou planejamento estratégico.

Alinhando a comunicação

Não é de hoje que a comunicação é um indicador de desempenho de pessoas, grupos, empresas, instituições e países. Dominá-la é um diferencial gerencial para todo tipo de negócio, com alto impacto nas relações de trabalho e na produtividade. Na gestão de pessoas dentro de uma empresa, os relacionamentos são complexos, envoltos de exigências, e lidando com uma diversidade de personalidades.

Ao enviar e-mail, emitir comunicados ou transmitir uma informação de forma oral, é importante que as mensagens sejam claras, objetivas e simples, porém assertivas. Um equilíbrio não muito fácil nos momentos em que é preciso deixar os membros a par dos objetivos, buscar engajamento e colaboração.

A falta de uma comunicação interpessoal mais aberta e honesta dentro da empresa afeta a motivação dos colaboradores. Com a melhora na conexão entre os funcionários, é possível aumentar a produtividade, mas para um gestor alcançar uma comunicação qualificada é preciso especificidade.

Comunicação não violenta

Quanto mais específica for a mensagem, menos espaço haverá para a generalização e o não entendimento. Saber diferenciar pedido de exigência é um ponto importante para melhorar a receptividade e devolutiva na interação corporativa. Quem não se comunica bem, também não entende bem as demandas dos outros e isso se encaixa bem no ambiente de trabalho, com os colegas, quanto na vida privada e no ambiente doméstico.

Estes são alguns princípios da Comunicação Não-Violenta (CNV), que tem se tornado uma tendência no atual contexto de mundo em transformação, dentro e fora da empresa. Ela é utilizada para melhorar as relações no ambiente corporativo, aumentando assim a produtividade. Uma estratégia que pode contribuir para aumentar a colaboração e melhorar o clima organizacional. 

A CNV propõe a troca do julgamento pela observação e empatia, e da diferenciação de sentimentos para propiciar melhores condições de diálogo entre as pessoas, pois tudo comunica, desde o vestuário aos gestos, o olhar e até mesmo o silêncio. 

Asscom | Grupo Tiradentes 

Compartilhe: