MENU

Há 14 anos curso de Direito contribui para sociedade

Durante a graduação, acadêmicos colaboram para resoluções de aspectos processuais e extraprocessuais reais, orientados por professores do curso

às 19h53
Núcleo de Práticas Jurídicas da Unit
Núcleo de Práticas Jurídicas da Unit
Compartilhe:

O curso de Direito do Centro Universitário Tiradentes – Unit Alagoas proporciona desenvolvimento de competências para seus alunos, garantindo assim, a entrada de advogados e juristas altamente qualificados e capazes de solucionar problemas jurídicos com excelência.

De acordo com a coordenadora do curso Marizangela Melo, os(as) profissionais da área jurídica, lidam com problemas de toda esfera e, para isso, a instituição tem o compromisso em formar profissionais humanos, compreensivos e empáticos com as situações que as pessoas vivenciam. “Ao passo que os capacitamos com competências técnicas essenciais para garantir a alta performance, tais como: autoconfiança, segurança e excelência na comunicação verbal e escrita para argumentação jurídica e elaboração dos documentos pertinentes de cada especificidade”, explica.  

Com conceito de curso nota 5 pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Direito está dentro das ciências humanas e, por isso, tem bastante teoria, especialmente nos primeiros três anos de curso. Desse modo, as atividades práticas complementam as teóricas e focam no desenvolvimento dos estudantes por meio de simulações de julgamentos e práticas jurídicas reais.

“Durante o curso, a Unit coordena uma série de eventos com convidados renomados trazendo todas as atualizações da área, tendências e fóruns de discussão específicos e multidisciplinares, mas o grande diferencial depois da aprendizagem é a prática. E um desses centro de práticas e que traz o diferencial para a instituição é o Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) e uma sala do Tribunal do Júri para a simulações na área do Direito Penal, conforme as orientações do Conselho Nacional de Justiça. Outros eventos também mobilizam os alunos, professores, promotores, juízes e a comunidade acadêmica em prol da sociedade, através da realização de casamentos comunitários, mutirões para pessoas com superendividamento, certidões diversas, alteração de documentos oficiais para aqueles que quiserem adotar uma identidade social, entre outros; atividade prática na esfera da Justiça Restaurativa”, relata a coordenadora. 

De maneira ampla, o estudante de Direito após formado têm algumas opções como: ser advogado, promotor de justiça, delegado, auditor da receita federal, diplomática entre 

outros.

Compartilhe: