MENU

Grupo Tiradentes realiza Avaliação Nominal Docente e da Gestão Acadêmica

Alunos, professores e coordenadores poderão dar feedback sobre os processos acadêmicos, para proporcionar melhoria na qualidade do processo ensino/aprendizagem

às 15h03
Compartilhe:

Com o Google for Education, o Grupo Tiradentes se reinventou, realizou investimentos em performance e plataformas digitais para que todos os alunos tivessem a melhor aprendizagem durante a pandemia. Diante disso, chegou a hora de todo o corpo discente dar o seu feedback participando da Avaliação Nominal Docente e da Gestão Acadêmica, a partir desta segunda-feira, 03 de maio.

A avaliação do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) será realizada por meio do acesso ao sistema Magister, sendo destinada a alunos, professores e coordenadores de curso, até o dia 28 de maio. O objetivo é identificar as potencialidades e fragilidades na comunidade acadêmica, com o intuito de proporcionar melhoria na qualidade do processo ensino/aprendizagem.

Este método de autoconhecimento da instituição é promovido por meio da Comissão Própria de Avaliação (CPA). Os alunos avaliam o desempenho do professor durante o semestre de forma confidencial, via Magister. O mesmo acontece para professor, que avalia a coordenação, enquanto essa última avalia os docentes.

No sistema, estão disponíveis formulários com questões objetivas sobre o cotidiano acadêmico, sobre as atividades dos professores, coordenadores e disciplinas online. As informações coletadas não são identificadas, portanto, as respostas são tratadas sigilosamente pela comissão, sem caráter punitivo.

O presidente da CPA, professor Albani de Barros, menciona que a participação de todos os estudantes é bastante relevante, uma vez que é essa representatividade do corpo discente que permite a intuição promover as melhorias dos cursos. “A participação dos discentes tem uma enorme potencialidade de promover mudanças e melhorias. Por meio da avaliação, identificamos os pontos fortes e as fragilidades a serem corrigidas. Os resultados das avaliações são também analisados pelos gestores, coordenadores e pela própria CPA, que por meio de reuniões e grupos de debates propõe ações para melhoria da qualidade dos serviços prestados pela Instituição”, explica o professor Albani.

Os resultados do processo avaliativo serão amplamente divulgados após o período de apuração e os alunos, professores e coordenadores poderão ter acesso às informações via Magister. 

CPA

A Comissão Própria de Avaliação é prevista pela Lei Federal nº 10.861, de 14 de abril de 2004. De acordo com o disposto no art. 11, cada instituição deve constituir uma CPA com as funções de coordenar e articular seu processo interno de avaliação e disponibilizar informações que possibilitem melhorias funcionais e educativas. A CPA é cadastrada no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Legislação e Documentos (INEP), sendo composta por representantes de todos os segmentos da comunidade acadêmica: professores, alunos, técnicos administrativos, coordenadores, além da representação da sociedade civil.  

A CPA também promove a divulgação das demandas apresentadas pelos diversos segmentos da Instituição e informa quais ações estão sendo desenvolvidas para corrigir eventuais fragilidades e aperfeiçoar as potencialidades já identificadas.

Compartilhe: