MENU

Formação profissional contínua valoriza o professor

Núcleos de Desenvolvimento Docente têm papel de formar continuamente os professores que atuam no Grupo Tiradentes

às 18h55
A formação constante e antenada às mudanças da sociedade deixa os professores mais preparados para continuarem formando e transformando pessoas (Acervo/Grupo Tiradentes)
A formação constante e antenada às mudanças da sociedade deixa os professores mais preparados para continuarem formando e transformando pessoas (Acervo/Grupo Tiradentes)
O fundador do Grupo Tiradentes, Jouberto Uchôa de Mendonça: “Professor, eu me inspiro em você todos os dias”.
Compartilhe:

Uma peça fundamental para a construção do conhecimento. O filósofo e educador Paulo Freire (1921-1997) dizia que o professor é aquele que encara os seus desafios exercendo o seu papel de transformação, e principalmente, de libertação, pois, para ele, “a Educação não transforma o mundo: ela muda pessoas e as pessoas transformam o mundo”. Desde o ensino básico até o superior, todos tiveram ou têm um professor que os ensinassem a pensar criticamente. 

É importante a valorização do professor enquanto profissional. Entretanto, isso não significa apenas pagar-lhes bons salários, mas também investir em sua qualificação. No Grupo Tiradentes, este é um aspecto importante e motivou a criação dos Núcleos de Desenvolvimento Docente (NDD), criados em todas as suas unidades de ensino para investir no aprimoramento desses profissionais que são desafiados constantemente a desenvolver habilidades tecnológicas diante das transformações sociais e digitais da contemporaneidade, assim como utilizar novas metodologias de ensino

Desde que foram criados, os NDDs funcionam como espaços de planejamento e orientação da prática pedagógica em favor da qualidade acadêmica do Grupo Tiradentes, sendo ainda responsáveis pela multiplicação das práticas resultantes da capacitação para outros professores. Em 2019, implantou-se o Modelo Acadêmico Tiradentes (MAT), que consolida um conjunto de princípios pedagógicos conceituais alicerçados no aprimoramento da prática, além do Plano de Formação Continuada de Professores (PFCP) e do Programa de Formação Docente na Era Digital (PFDED), que apostam em várias formações e revisões curriculares, reforçando o currículo por competências, metodologias ativas e projetos focados na educação da atualidade

A formação constante dos professores e o autoconhecimento dos alunos, de modo que ambos qualifiquem mais a aprendizagem, incorporando novas tecnologias, já era uma exigência imposta pela profissão e se tornou ainda mais fundamental com a pandemia do novo coronavírus, que trouxe novos desafios. O papel exercido pelos NDDs no início da pandemia, em março de 2020, com o início das medidas restritivas que suspenderam as aulas, foi importante para adaptar todo o corpo docente aos recursos, programas e tecnologias necessárias para a realização das aulas remotas. No entanto, o engajamento e a dedicação de todos os professores do Grupo Tiradentes foi fundamental para que as atividades acadêmicas das unidades não ficassem prejudicadas pelas restrições. 

Ensino através do tempo 

Não existe uma data exata para avaliar o início da transmissão do conhecimento. Todas as sociedades desde a pré-história ensinavam, de uma forma ou de outra, as gerações seguintes. Ao longo do tempo a forma de ensinar sofreu diversas transformações; o que no início era feito de forma natural e intuitiva, acompanhou o aprimoramento das sociedades, até o surgimento das escolas, na Grécia Antiga. Com o passar dos séculos, seguiram o modelo greco-romano de salas de aula com a transmissão do saber centrada no professor, mas hoje o aprendizado é uma relação de troca, uma via de mão dupla, em que tanto o aluno quanto o docente aprendem e se desenvolvem ao mesmo tempo.

Reconhecimento 

Neste Dia dos Professores, o presidente do Grupo Tiradentes, professor Luciano Klima, deixou uma mensagem de reconhecimento e agradecimento aos docentes, ressaltando que eles se fazem presentes todos os dias, pelo papel transformador que a profissão exerce na vida das pessoas e da sociedade. 

“Você, que muda o mundo e a vida das pessoas através da educação, nos dá muito orgulho. A educação transformou a minha vida. Se hoje eu sou professor, foi porque muitos professores acreditaram em mim e se dedicaram a me inspirar e me incentivar. Sei que a nossa profissão realiza muitos sonhos, e que cada professor é um agente inspirador de vários alunos, todos os dias, ajudando e estando perto de cada estudante no dia-a-dia e oferecendo a ele, além do conhecimento, uma palavra de conforto e de incentivo nas horas em que ele mais precisa. Não tem coisa mais bonita e mais transformadora do que isso”, afirmou Klima.

O mesmo agradecimento foi expressado pelo fundador do Grupo Tiradentes, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, que destacou o papel do professor de transformar outras pessoas através do conhecimento. “Talvez você, professor, não saiba, mas eu me inspiro em você todos os dias. Me inspiro no ensinar a cada pessoa que ela é uma importante ferramenta de mudança da sociedade. E me inspiro quando aprendo com nossos alunos, colaboradores e, claro, com você que todos os dias leva consigo a nossa missão de inspirar as pessoas a ampliarem horizontes, e merecem todo o reconhecimento do mundo”, afirmou Uchôa. 

Asscom | Grupo Tiradentes 

Compartilhe: