MENU

Festivais de verão só podem ser retomados após a pandemia

Eventos de verão com grandes shows costumam reunir multidões, mas com novas variantes da Covid-19, a tendência é de retomada a longo prazo

às 20h47
Aspecto do Festival de Verão de Salvador (BA), um dos maiores eventos de música da temporada no Brasil: adiado pela segunda vez (FV Divulgação)
Aspecto do Festival de Verão de Salvador (BA), um dos maiores eventos de música da temporada no Brasil: adiado pela segunda vez (FV Divulgação)
Compartilhe:

Por enquanto, ainda não é possível se falar em festivais de verão onde há grandes aglomerações de pessoas. Isso porque a transmissão comunitária de novas variantes do coronavírus ainda requer de toda a população a manutenção de cuidados preventivos. A Prefeitura de Aracaju (SE), por exemplo, ainda não decidiu pela realização de eventos de grande porte na capital sergipana em 2022, como o Projeto Verão, que estava previsto para o mês de fevereiro. 

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o órgão segue analisando diariamente os boletins epidemiológicos elaborados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para a adoção de medidas de flexibilização das restrições impostas para o controle da pandemia de Covid-19.

Em Salvador (BA), a organização do Festival de Verão de Salvador comunicou, na segunda-feira, 25/11, a decisão de adiar a edição de número 22 do evento, considerado um dos maiores festivais de música do Brasil. A festa estava prevista para o ano de 2022. A nova data ainda não foi divulgada.

De acordo com a Rede Bahia, empresa organizadora, um evento como o Festival de Verão exige planejamento e tempo, e, como a organização não tem as regras das autoridades definidas para realização de eventos com grande público, com mais de cinco mil pessoas, foi definido o adiamento da edição. O festival, que acontece desde 1999 em Salvador, configura no calendário dos grandes eventos do Brasil e é hoje uma tradição de todo começo de ano para quem gosta de música. 

Em outras capitais do Nordeste, como Maceió (AL), a prefeitura local também não se posicionou diretamente sobre a realização do festival de verão 2022. A tendência é acompanhar as decisões de cancelamento dos grandes carnavais de rua, que pelo segundo ano consecutivo, não serão realizados neste ano em Salvador, Olinda e Recife (PE). As respectivas prefeituras já tomaram essas decisões, igualmente com base no receio de aumento das contaminações pela nova variante da Covid-19.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: