MENU

Estudantes de Comunicação da Unit prestigiam a exposição Mundaú

O fotógrafo documentarista Roberto Fernandes acompanha visita dos universitários a sua primeira mostra individual

às 19h18
Os estudantes de Comunicação do Centro Universitário Tiradentes (Unit) prestigiam uma exposição em preto e branco que revela belezas da Lagoa Mundaú. O evento é a primeira exposição individual do fotógrafo Roberto Fernandes, que está aberta à visitação na Galeria Gamma (Jatiúca) até 20 de setembro, com curadoria do artista plástico Rogério Gomes.
Compartilhe:

A brincadeira dos meninos transformada em saltos fenomenais, paisagens, cenas do cotidiano dos pescadores, rendeiras, marisqueiros e o reflexo das águas em comunhão com as nuvens puderam ser conferidos na mostra, que combina o registro documental com a memória afetiva. A Lagoa Mundaú se torna o tema, o motivo e o assunto para apontar questões de engajamento sociopolítico, ecológico e antropológico.

Para o estudante de Publicidade, Leonardo Amaral, a visita à galeria traz o frescor esperado de uma aula de campo, já que o trabalho do fotógrafo demonstra enorme valor documental e distinta perspectiva. “Assim devem ser as aulas de campo, devem gerar dinamismo e manutenção do interesse dos alunos, além de testar teorias abordadas em sala”, apontou.

O fotógrafo revela que o momento de contato com o público é o melhor retorno que um artista pode ter. “Eu prefiro estar aqui com um grupo de pessoas que tem interesse em aprender. Para mim, esse momento é fantástico, é uma das grandes oportunidades que tive”, completa.

A presença do artista para um bate-papo sobre a técnica e a mensagem, o estilo e a abordagem são muito importantes, segundo o universitário. “Aos futuros comunicólogos, só houve frutos para interpretações da imagem e como manuseá-las de forma a atingir o objetivo. No caso da exposição Mundaú, informar, eternizar, valorizar os personagens e suas terras”, destaca Leonardo.

As professoras Cerize Ferrari e Danielle Cândido acompanharam a visita dos estudantes. Danielle explica que a proposta de sair um pouco de sala de aula é conseguir alcançar algumas sensações: “Estar num ambiente, como numa galeria de arte, nos proporciona experiências que a melhor descrição não conseguiria alcançar”. A visita, segundo ela, foi ainda mais enriquecedora por conta da presença do artista, que proporciona um diálogo enriquecedor.

 

Compartilhe: