MENU

Estagiários do NPJ são aprovados no Exame da OAB

Resultado do processo seletivo da Ordem dos Advogados do Brasil - OAB saiu na última semana

às 19h43
Redja Liana Chagas Monteiro foi estagiária do NPJ
Redja Liana Chagas Monteiro foi estagiária do NPJ
A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para inscrição na OAB como advogado
Compartilhe:

Estagiários do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do Centro Universitário Tiradentes – Unit Alagoas foram aprovados no Exame da Ordem 2021.2 da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB. No total, a instituição teve 78 aprovações de alunos dos últimos períodos, egressos e, cinco delas foram de estagiários e ex-estagiários do NPJ. 

A egressa e bacharel em Direito, Redja Liana Chagas Monteiro foi estagiária do Núcleo de Práticas e contou que não esperava uma aprovação nesse momento, mas que está grata pelo resultado obtido. “Sem dúvidas o meu estágio no NPJ me ajudou nessa aprovação. Além de todo conhecimento, sempre recebi muito suporte de todos do setor”.

Assim como Redja, outros alunos que estagiaram no setor também conseguiram a aprovação. Entre eles: Ana Carolina Lima Guedes Silva; Daniel Sampaio Vilar Torres; Maria Ghabryela Sá Leite De Araújo Melo (10º período); Myllena Cesário Bezerra Medeiros (10º período); 

O Exame da Ordem é uma avaliação no qual o bacharel de Direito se submete para conquistar a licença para exercer a advocacia. O exame é organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A prova foi composta por duas fases; A primeira fase contou com uma prova objetiva composta por 80 questões de múltiplas escolhas envolvendo o currículo do curso de Direito e regulamentos gerais e código de ética e disciplina da OAB. Ela aconteceu no dia 17 de outubro e teve duração de 5 (cinco) horas. 

Já a segunda fase, foi uma prova prático-profissional composta por 4 questões discursivas e uma peça profissional da área escolhida pelo concorrente. 

Núcleo de Práticas Jurídicas

O Núcleo de Prática Jurídica da Unit Alagoas funciona em parceria com a Defensoria Pública e o Tribunal de Justiça de Alagoas, com serviços de assistência jurídica gratuita. Diariamente são realizados atendimentos a toda a comunidade que possuam dúvidas sobre seus direitos e como exercê-los, auxiliando na resolução de causas como divórcio, indenizações, cobranças, regulamentação de guarda, retificação de registro com alteração do nome, entre outras. No Núcleo funciona ainda um Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC, que possibilita a resolução de problemas, dos mais diversos, através da conciliação e da mediação, além do 7º Juizado Especial Cível da Capital que funciona nas dependências do NPJ, atendendo as demandas de menor complexidade, de até 40 salários mínimos dos bairros de Cruz das Almas a Ipioca.

Os alunos começam a atuar no NPJ desde o primeiro período do curso realizando atividades jurídicas nas áreas cível (família, sucessões, contratos, direitos reais, direito do consumidor etc), penal, consumidor e direito público (administrativo, tributário e previdenciário), atuando nas fases pré-processual e processual.

Compartilhe: