MENU

Egressos de Engenharia de Petróleo são aprovados em Mestrado

Os engenheiros atuarão na Área de Pesquisa: Termodinâmica Aplicada, na Universidade Federal do Rio de Janeiro

às 15h45
Compartilhe:

Os egressos Rodolfo Cavalcante e Rayssa Cabral do curso de Engenharia de Petróleo do Centro Universitário Tiradentes – Unit AL foram aprovados no Mestrado do Programa de Pós-graduação em Engenharia Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ), conceituado CAPES 7. Os engenheiros atuarão na Área de Pesquisa: Termodinâmica Aplicada.

Confira o depoimento dos alunos:

“Com certeza a aprovação nesse mestrado foi a conquista mais grandiosa que tive até hoje, só tenho a agradecer a todos meus professores que contribuíram para o meu crescimento profissional. Em especial, ao professor Dheiver e professora Vanessa que foram meus orientadores durante minhas publicações acadêmicas. A contribuição deles foi de extrema importância para a aprovação nesse mestrado. Estou indo para o Rio de Janeiro realizar um sonho de estudar em uma das melhores universidades desse país e nunca irei esquecer de onde vim, é uma grande conquista vindo dos grandes profissionais formados pela Unit. Desde já meu muito obrigado a todos os professores e colegas que caminharam junto comigo nestes anos de graduação”, disse Rodolfo Rodrigues Holanda Cavalcante.

“Me formei em engenharia de petróleo no primeiro semestre de 2019, fui aprovada no Mestrado Acadêmico em Engenharia Química e de Processos Bioquímicos na UFRJ 2020.1. Atualmente estou trabalhando em uma usina, mas cursarei o mestrado a fim de me especializar cada vez mais na área.  Eu aprendi a gostar da área de pesquisas durante a minha graduação, onde, com o incentivo dos docentes da instituição, foi possível desenvolver vários projetos apresentados em congressos regionais e nacionais. A realização dessas pesquisas, juntamente com publicações no caderno de graduação da instituição e a fluência no inglês foram cruciais para a minha aprovação no Mestrado Acadêmico em Engenharia Química e de Processos Bioquímicos na UFRJ. E também da minha contratação na Usina Triunfo em Boca da Mata- AL com base nos meus conhecimentos adquiridos ao longo do curso”, contou Rayssa da Costa Cabral.

Compartilhe: