MENU

Egressa do curso de Arquitetura e Urbanismo é aprovada em Mestrado da Uporto


às 13h53
Todos os anos o Centro Universitário Tiradentes – Unit AL oferta ao mercado novos profissionais graduados e pós-graduados, que ocupam posições de destaca e que também conquistam vagas em mestrados fora do Brasil. Esse foi o caso da egressa do curso de Arquitetura & Urbanismo, Bruna Maria Viana de Siqueira, que foi aprovada no mestrado em Planejamento e Projeto Urbano, na Faculdade de Engenharia do Porto, em Portugal.
Compartilhe:

Diferentemente do Brasil, em Portugal a dissertação em si só é iniciada a partir do segundo ano de curso, mas Bruna já tem em mente sua linha de pesquisa: Cidades sustentáveis e sua relação com o homem, o que também pode ser alterado ao longo do curso.

Seu processo seletivo iniciou com o preenchimento do currículo, já que ele é o que mais conta pontos. “A preparação vem bem antes, para que eu pudesse rechear o currículo fiz muitos cursos, fui voluntária mais de duas vezes e teve o estágio também, que me ajudou bastante a ampliar os horizontes. Meu estágio foi em urbanismo pela SEMSCS e teve tudo a ver com o curso de mestrado que eu escolhi na Universidade do Porto”, afirma a Mestranda.

A egressa escolheu a Universidade do Porto tanto pelas possibilidades que a cidade oferece, quanto pela estrutura da universidade. A cidade do Porto é um charme e rica em história antiga. A escolha do curso veio por conta do meu amor pelo urbanismo e a ementa do curso me cativou”, confessa Bruna.

Bruna conta que a maioria das universidades tem a análise curricular como critério de seleção. Em seu caso foi necessário a fotocópia do passaporte, currículo Vitae no formato Europass, diploma e histórico autenticados com a Apostila de Haia. Ela enviou também uma fotografia e duas cartas de recomendação. Isso foi para a Faculdade de Engenharia, pois cada universidade e suas áreas possuem critérios diferentes e é sempre bom conferir.

Quando o assunto é expectativas, Bruna comenta. “Mais ansiosa impossível! O próximo passo é tirar o visto, portanto já estou tratando de juntar todos os documentos (que não são poucos) para levar ao consulado de Portugal”.

A mestranda acredita que a graduação na Unit a ajudou a ampliar sua visão sobre o mercado de trabalho e acadêmico. “Do início ao fim era uma descoberta, a cada semestre eu me refazia, aprendia mais, sonhava, buscava conhecimento nos livros… Usei tanto aquela biblioteca, ainda é o meu lugar favorito na Unit e o que mais sinto falta. Os professores sempre foram muito prestativos e a maioria deixou algo marcado em mim. No início eu me liguei mais à história da arte, depois conheci o conforto ambiental e sustentabilidade, foi amor de primeira. Então o urbanismo virou minha cabeça tanto na sala de aula quanto no estágio. Essas três áreas são as que pretendo trabalhar, porque não me vejo apenas em uma. Eu passei na UFAL quando estava terminando o segundo período na UNIT, mas quem disse que eu troquei? Continuei porque eu simplesmente me sentia bem com o ambiente e os docentes, além dos meus novos amigos. Tem sido uma experiência que, sem dúvidas, levarei para a vida”.

“Não foi algo pensado, de uma hora para outra eu disse: “Por que não?” O bom de tudo foi que minha decisão acabou coincidindo com o prazo de candidatura. Sei que não vai ser fácil no começo, nunca é. Mas vai ser uma das melhores coisas que farei depois de sair da faculdade. É uma oportunidade única, irrecusável e que com certeza vai mudar a minha vida. Essa é para você que está lendo: vá atrás e busque sem medo! Pode ser aqui no Brasil, na Europa, em qualquer lugar do mundo, seja com bolsa ou sem, apenas vá! O mundo é grande mais e a vida passa rápido, perca o medo”, finaliza Bruna.

Compartilhe: