MENU

Egressa de Odontologia é aprovada em pós-graduação na UFBA

A especialização na área de ortodontia oferta somente seis vagas por ano na federal da Bahia

às 12h03
A ex-aluna Iara Patricia de Macedo Bento, 23 anos, foi aprovada em uma das melhores escolas de ortodontia do Brasil. Ela diz que desde a graduação, a área despertava um grande interesse e através dos professores e preceptores da Unit, ela foi buscando os editais das faculdades que são referência no Brasil.
A estudante Iara Bento foi aprovada em especialização na UFBA
A estudante Iara Bento foi aprovada em especialização na UFBA
Compartilhe:

No decorrer do curso, a cirurgiã-dentista conta que teve a oportunidade de conhecer várias áreas do ramo da odontologia através dos professores da instituição, que não mediram esforços para ajuda-la nas decisões tomadas, mostrando como funcionava o dia a dia no trabalho, principalmente nas áreas que demonstrava mais interesse: a cirurgia oral e a ortodontia.

Entre os dias 24 e 25 de novembro, Iara participou da seleção em seis etapas: prova de múltipla escolha de odontologia geral, cinco questões aberta de ortodontia, questões abertas de inglês com interpretação de um artigo, prova prática da área, análise de currículo e entrevista. “Optei por está forma de curso, por oferecer uma abrangência maior de conhecimento teórico e prática clínica, com uma grande demanda de pacientes e com um maior tempo de aprendizado, vivenciando cada caso clínico”, diz Iara.

O curso acontece três vezes por semana, sendo integral e de dedicação exclusiva nestes dias com duração total de 24 meses. Ela irá começar em janeiro de 2018 e terminará em 2020.

“A parte mais feliz de todas foi as mensagens dos meus mestres e amigos da graduação que torceram e me ajudaram nesses anos, sempre me incentivando a ir o mais longe possível. Sou muito grata a Unit, pela excelente equipe de professores, funcionários e infraestrutura que ofertou para os alunos. Hoje eu posso dizer que estou mais que preparada para atender qualquer demanda de pacientes”, conta a egressa.

Compartilhe: