MENU

Docentes da Unit AL tem teses publicadas em livro lançado na Bienal


às 20h39
Que o Centro Universitário Tiradentes – Unit AL está presente na 9º Bienal do Livro, todo mundo já sabe, mas seus docentes, além de presentes, também contribuem com didáticas através de obras lançadas durante o evento. Esse é o caso da Profª Ana Marlusia e Profª Simone Lessa, que contribuíram com teses no livro Trajetórias e Perspectivas do Ensino na Saúde - Reflexões a Partir do NIPPES, lançado no último dia 2.
Compartilhe:

O livro é uma compilação de teses de do Grupo Interprofissional composto por professores de diversas universidades do Estado. Ana enriqueceu o livro com a tese “Relações Interpessoais no desenvolvimento da Integração Ensino e Serviço de Saúde” (capítulo 3) que trata a respeito da importância das relações interpessoais como fator primordial, para que haja a Integração entre o ensino e o serviço de saúde, já que a aproximação dos serviços de saúde com a Instituição de Ensino Superior tem como pilar promover transformações no processo ensino-aprendizagem em relação às reais necessidades do setor saúde.

Segundo a docente, a articulação ensino – serviço de saúde pode ser compreendida como a integração entre a área educacional e a saúde, com a finalidade de contribuir no processo de formação dos alunos dos cursos de saúde, tendo como foco a melhoria da qualidade da assistência aos usuários que utilizam os serviços de saúde. “Isso traduz momentos de compartilhamento profícuo para o crescimento de todos, além de trazer excelentes resultados para a comunidade local, que é assistida por toda uma equipe formada não apenas por profissionais técnicos da área da saúde, bem como por discentes e professores da Academia”, conta.

Já Simone tratou no 8º capítulo do livro sobre a aprendizagem da empatia na relação médico paciente sob a ótica dos estudantes concluintes do curso de medicina, com o título “Empatia na Relação Médico e Paciente – Como Pensam os Estudantes de Medicina”.

“Espero que a minha contribuição possa auxiliar as coordenações de cursos a implementarem abordagens dessa natureza durante a graduação”, finaliza Simone.

Compartilhe: