MENU

Dia nacional de prevenção e combate à hipertensão arterial

Data relembra a importância do diagnóstico preventivo e tratamento da doença

às 18h58
Compartilhe:

Instituído através da lei de número 10439/2002, o dia 26 de abril é marcado pela importância do diagnóstico preventivo e tratamento da hipertensão arterial. 

A hipertensão arterial é uma doença crônica e não transmissível, caracterizada pela elevação constante dos níveis da pressão arterial, e ela depende de fatores genéticos, ambientais e sociais do indivíduo.

Existem alguns fatores de risco como: genéticos, idade, ingestão de sódio, sobrepeso, sedentarismo, ingestão de álcool e apneia do sono que são analisados para se fechar um diagnóstico, durante esse estudo também é visto a possibilidade de doenças cardiovasculares, afinal, a hipertensão é um dos fatores dessa patologia. 

Os sintomas não são claros, e por isso, a doença é conhecida por ser um inimigo invisível. Contudo, existem alguns sinais que representam alerta, como: tontura; falta de ar; palpitação; dor de cabeça. 

Portanto, por ser uma doença que por vezes ocorre de maneira silenciosa, é necessário manter acompanhamento médico de maneira periódica, para que a doença seja diagnosticada de maneira precoce e o tratamento ocorra logo nos estágios iniciais.

Além de sancionar o dia de prevenção e combate à hipertensão, a lei também prevê que o Ministério da Saúde crie campanhas educacionais sobre o assunto em todo país.

Compartilhe: