MENU

Dia da imprensa

No Brasil, data é comemorada em 1 de junho

às 12h26
Compartilhe:

Constitucionalmente, o acesso à informação é um direito resguardado, e dentro de uma estrutura democrática, é essencial que todos vivenciem  esse direito. E é para isso que existe a imprensa, para divulgar e propagar informações, fazendo assim, que haja a manutenção democrática de cada país. 

Além disso, a imprensa tem um papel histórico de registrar momentos, e foi assim desde a chegada da família real, ditadura militar e etc. 

E para celebrar essa importância, em 1999 foi sancionada a lei que diz que dia 1 de junho é o dia da imprensa. A data foi escolhida para relembrar o dia no qual iniciou a veiculação do jornal Correio Braziliense. Mas nem sempre foi assim, até 1999, a data era celebrada em 10 de setembro, dia que ocorreu a primeira veiculação do jornal Gazeta, no Rio de Janeiro. 

A importância da imprensa 

O quarto poder, como é conhecido, é fundamental na manutenção da sociedade. Afinal, ele informa, denuncia, e às vezes, revoluciona algumas estruturas pré estabelecidas.

Para garantir sua funcionalidade, a Assembleia Geral da Organização Unidas (ONU), em 1993 reforçou os princípios fundamentais da liberdade de imprensa ao redor do mundo, e oficializou que no dia 3 de maio seria celebrado o dia internacional da liberdade de imprensa. 

Gazeta do Rio de Janeiro – primeiro jornal impresso do Brasil 

Até a chegada da família real portuguesa ao Brasil, não havia registros da atuação da imprensa, pelo contrário, era uma atividade proibida. 

O primeiro jornal que se tem registro é o Gazeta do Rio de Janeiro, que começou sua circulação em 10 de setembro de 1808. A Gazeta surgiu para ser um porta-voz da coroa portuguesa, logo só veiculava notícias de interesse da corte real, além de muitas matérias dos países europeus. Ele foi extinto no ano de 1822. Ao total, a Gazeta publicou 1.791 edições durante os 14 anos em que existiu. 

Compartilhe: