MENU

Defensoria Pública de Alagoas se reúne com reitor para ampliação de convênio

A parceria, que está nos ajustes finais para ser firmada, pretende abraçar novos cursos na organização

às 19h10
Na manhã de ontem (12/03), o reitor Dario Arcanjo de Santana, juntamente com a coordenadora do NPJ, Rita Régis, tiveram um encontro com representantes da Defensoria para ampliar o convênio que existe entre as duas instituições e tratar sobre a realização do Mutirão de Julgamentos Cíveis e de Cidadania – uma atividade desenvolvida pelo Curso de Direito, através do NPJ.
Compartilhe:

Desde 2010, essa parceria funciona para atendimento dos assistidos da defensoria pelo NPJ, possibilitando a prática jurídica real dos alunos do curso de Direito. Entretanto, o Acordo de Cooperação Mútua entre as referidas instituições, pode ser ampliado para a realização de uma prática multidisciplinar envolvendo vários cursos do Centro Universitário Tiradentes – Unit – Psicologia; Serviço Social; Medicina; Odontologia; Fisioterapia; Engenharia Ambiental, de Produção e Civil; Enfermagem.

O Mutirão de Julgamentos Cíveis e de Cidadania será executado no Fórum de Desenvolvimento Regional da Unit, no próximo dia 05/05, em parceria com a Defensoria Pública, com o Tribunal de Justiça e com o Ministério Público do Estado de Alagoas.

Na ocasião, estiveram presentes o defensor público-geral, dr. Ricardo Antunes Melro; subdefensor público-geral,  dr. Carlos Eduardo de Paula Monteiro; o Dr. Daniel Coêlho Alcoforado Costa, que é Corregedor Geral da Defensoria Pública e Coordenador do Núcleo de Assistência Cível da DPE que funciona no NPJ; e a Dra. Ana Karine Brito, Defensora Pública Coordenadora do Núcleo da Fazenda Pública da Defensoria.

Para a Defensoria Pública, essa ampliação importa em melhor beneficiar aos seus assistidos, possibilitando o acesso não só a Justiça, mas a direitos fundamentais e inerentes a sua cidadania. Através dos diversos campos de atuação prática dos alunos da Unit, os beneficiados da Defensoria, poderão ter acesso à atendimento odontológico e médico, psicológico, o acompanhamento de uma assistência social, dentre outros que este convênio possibilitará, sem que seja necessário propor uma demanda judicial.

Além disso, para a professora Rita Régis, a ampliação desse convênio possibilitará a prática multidisciplinar dos alunos da IES, oportunizando o diálogo entre as diversas disciplinas do conhecimento e, consequentemente, o desenvolvimento de habilidades e competências de forma integrada com as demais áreas do saber.

“Ademais, a Defensoria Pública atende as pessoas hipossuficientes, o que possibilitará ao nosso aluno a oportunidade de se aproximar da comunidade e contribuir para a melhoria da condição de vida da população alagoana. Essa parceria reflete o compromisso da nossa IES com a formação de excelência do aluno aliada à sua responsabilidade social”, diz Rita.

Compartilhe: