MENU

Confira dicas de como aumentar a imunidade do corpo

A nutricionista Danielle Alice Vieira da Silva destaca algumas recomendações

às 20h09
Compartilhe:

De maneira simplificada, a imunidade pode ser compreendida pelo mecanismo de defesa do organismo contra substâncias estranhas, os chamados antígenos. Já o sistema imunológico, é o responsável por esse processo. É através dele que ocorre a manutenção e defesa, que são indispensáveis para o equilíbrio e bom funcionamento de nosso organismo. 

Mas, será que existe alguma fórmula pronta para aumentar a imunidade? De acordo com a professora Danielle Alice Vieira, docente do curso de Nutrição e coordenadora da Liga de Nutrição nas Doenças Crônicas Não Transmissíveis (Lancro) do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL), o funcionamento do sistema imunológico humano, é composto por anticorpos, células imunológicas que neutralizam a ação de vírus, bactérias e protozoários.

 “Esse sistema complexo necessita de uma oferta adequada de micronutrientes (vitaminas e minerais). Podemos afirmar que, para se ter um bom sistema imune é necessário uma boa ingestão e absorção de nutrientes. Em condições onde o sistema imune é recrutado, a demanda energética e de demais nutrientes sofre um incremento”, explica ela, destacando que, entre as principais funções dos nutrientes no sistema imune, está a formação de óxido nítrico pelos macrófagos e a regulação da divisão celular.

Com uma imunidade inadequada, o corpo cria modulações de respostas a esse déficit, por isso, é importante que tenha uma alimentação rica em vitaminas, zinco, cobre e magnésio, exercícios físicos, ter o peso adequado, dormir de 7 a 8 horas por noite, evitar o estresse e consumir bebidas alcoólicas com moderação.

“O consumo desses nutrientes deve ser feito prioritariamente por alimentos. Uma alimentação rica em frutas, folhosos, vegetais, oleaginosas e carnes magras já garante um bom aporte.Manter uma oferta adequada de vitaminas contribui para prevenir doenças carências como a hipovitaminose A, o escorbuto (que vem da deficiência de vitamina C). Também atua na prevenção dos agravos crônicos não transmissíveis (obesidade, diabetes, hipertensão”, explica Danielle, apontando ainda que a vitamina C pode reduzir a duração dos sintomas do resfriado, e que a D pode ajudar a prevenir infecções respiratórias superiores, mas precisa ser acompanhada da exposição ao sol.

Como aumentar a imunidade em bebês 

Já nos bebês, a imunidade deve ser fortalecida através da amamentação em livre demanda. Lembrando que, o leite materno é rico em todos os nutrientes necessários para o bebê nos primeiros meses, permitindo o desenvolvimento correto da criança. 

Para os bebês que não conseguem amamentar, e por conta disso optam pelo uso da fórmula, o adequado é realizar suplementação de vitaminas e minerais que irão ajudar no desenvolvimento adequado. Lembrando que toda suplementação deve ser realizada conforme a indicação médica. 

Alimentos que aumentam a imunidade 

  • Alimentos com ômega 3 como sardinha, salmão, atum e nozes; 
  • Já a castanha do Pará, trigo, arroz, frango, queijo, repolho e farinho de trigo, são ricos em selênio; 
  • Camarão, ostras, carne bovina, frango, peru e peixe, fígado e grãos integrais são ótimas fontes de zinco; 
  • Fontes de vitamina C como laranja, tangerina, abacaxi, morango, melão, batata com casca, tomate; 
  • Fontes de vitamina E são as sementes de girassol, amendoim, manga, azeite de oliva, nozes e mamão; 
  • Já os alimentos fontes de vitamina A são as cenouras, batata, manga, brócolis e ovo. 
Compartilhe: