MENU

Como planejar as finanças para sobreviver em tempos de crise?

É importante estabelecer um orçamento mensal e buscar rigorosamente atendê-lo, assim como evitar pagar contas em atraso para não se tornar vítima dos juros.

às 19h45
Em tempos de crise, planejamento e organização são práticas fundamentais para manter as contas equilibradas (Unsplash)
Em tempos de crise, planejamento e organização são práticas fundamentais para manter as contas equilibradas (Unsplash)
Compartilhe:

O planejamento é importante em todas as fases e situações da nossa vida. E, quando essa poderosa ferramenta está relacionada a questões financeiras, especialmente em um contexto de crise e pandemia, a necessidade de tê-la é ainda mais vital.

Segundo o professor e coordenador pedagógico do curso de Administração do Centro Universitário Tiradentes (Unit Pernambuco), Joebson Oliveira, planejamento financeiro exige organização, disciplina e autocontrole. “O planejamento financeiro envolve algo muito simples, que infelizmente torna-se difícil para muita gente: gastar menos do que se ganha”, destacou, ao ressaltar que não é preciso fazer uma faculdade ou ser bom em matemática para aprender a se organizar financeiramente. “Algo muito mais valioso do que conhecimentos técnicos é o bom senso. E não exige que você seja um gênio da matemática, pois as contas vão envolver operações simples”, afirma o coordenador. 

A primeira ação é eleger prioridades, ou seja, o que não pode faltar de forma alguma nas compras mensais. Depois disso, é preciso elencar todas as principais despesas fixas, como aluguel, energia, internet, alimentação e etc. “Também é preciso analisar a possibilidade de reduzir os gastos, por menor que seja o percentual de redução”, frisou Joebson.

Falando em dicas de organização financeira, o coordenador lembrou ainda que é necessário não deixar o planejamento guardado na mente. “O planejamento financeiro precisa ser visto. Além disso, também é importante elencar os gastos variáveis que a pessoa tem, como idas ao restaurante, lazer e etc”, disse.

Outro ponto importante é estabelecer um orçamento mensal e buscar rigorosamente atendê-lo. Assim como, evitar pagar contas em atraso para não se tornar vítima dos juros. Respire, tenha calma, pois a situação está difícil para todo mundo. A diferença é como agir em função da crise, sendo que no contexto do planejamento financeiro é preciso buscar opções de renda complementar e, por menor que seja o valor, criar uma reserva mensal. Dessa forma, você terá maior controle das suas receitas e despesas, o que em médio prazo representará maior saúde financeira”, observa o professor.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: