MENU

Como montar um bom currículo e conquistar uma vaga em meio à pandemia

Estruturar bem o currículo é o primeiro passo para se destacar em um processo seletivo

às 14h47
Informações presentes no currículo devem ser objetivas e completas, mostrando um perfil do candidato à vaga de emprego
Informações presentes no currículo devem ser objetivas e completas, mostrando um perfil do candidato à vaga de emprego
Compartilhe:

A pandemia da Covid-19 acelerou esse cenário prejudicial aos trabalhadores com menor qualificação de conquistarem uma colocação no mercado de trabalho. Mas é possível reverter esse quadro e melhorar as chances de conquistar uma vaga, a começar por um bom currículo, com um texto bem estruturado e que evidencie as experiências profissionais e qualidades interpessoais.

Confira algumas dicas valiosas na hora de montar o currículo:

  • Atenção à escrita

Parece simples e há quem diga que é ‘bobagem’, mas os erros de português em um currículo infelizmente ocorrem com frequência e podem ser determinantes e de caráter eliminatório em qualquer processo seletivo. Caso tenha dificuldades com gramática, o melhor mesmo é buscar a ajuda de alguém para dar uma revisada no material, antes de enviá-lo ao recrutador.

  • Formatação do texto

Pense sempre que o currículo é seu portfólio e que além de informações concisas e objetivas das experiências profissionais, ele precisa ser harmônico visualmente falando. Assim, se faz necessário dar a atenção necessária à formatação do texto, pois quem vai ler precisa identificar que há uma padronização de fontes, bem como deve estar claro o que é o título e o que é a descrição das funções.

  • Revise os dados pessoais

Outro ponto que muita gente não dá a devida atenção é essa questão dos dados pessoais. “Geralmente, quando é realizada a atualização do currículo para envio a uma determinada empresa, muitos candidatos não revisam os dados pessoais já descritos no arquivo salvo no computador e, por incrível que pareça, muitos recrutadores relatam que erros comuns ocorrem em relação ao número incorreto do WhatsApp, ou mesmo erro de digitação no email informado no currículo”, destaca Janaína Machado, gerente do Unit Carreiras.

Essa situação dificulta a comunicação entre a empresa e a pessoa que está buscando a vaga e, em alguns casos, o selecionador acaba dando sequência ao processo seletivo e recrutando outra pessoa para a entrevista de emprego, por não conseguir contato com o candidato, por exemplo.

  • Objetivo

Deixe claro no campo ‘objetivo’ qual vaga você está pleiteando naquele processo seletivo. Afinal, por muitas vezes, as empresas realizam simultaneamente a seleção de candidatos para diversas vagas. Sendo assim, é imprescindível sinalizar qual cargo pretendido.

  • Ordem de preenchimento

Primeiramente, o candidato deve informar no currículo seus dados pessoais, idade e forma de contato. “Na sequência, informe o objetivo, ou seja, para qual vaga você está se candidatando. Logo depois destaque o resumo de qualificações, formação acadêmica, domínio de idiomas, experiência profissional, trabalhos voluntários que realize ou tenha realizado, e alguns cursos de qualificação relevantes que tenha feito”, orienta Janaína Machado.

E por falar em cursos, aproveite para turbinar seu currículo neste período de pandemia realizando cursos online. Há diversas plataformas que oferecem, inclusive, de forma gratuita esses conteúdos que fazem a diferença para se manter atualizado.

É interessante também elencar as experiências profissionais da mais recente para a mais antiga. Feito isso, revise o texto e peça para outra pessoa também ler, pois isso evita que o material final tenha erros de digitação ou gramaticais. 

Ascom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: