MENU

Como fazer a transição de carreira em busca de uma vida mais leve?

Processo de transição de carreira deve ser feito com muito planejamento e investimento em qualificação profissional, orienta especialista.

às 18h55
Especialistas apontam que transição de carreira foi impulsionada com a chegada da pandemia da Covid-19 (Unsplash)
Especialistas apontam que transição de carreira foi impulsionada com a chegada da pandemia da Covid-19 (Unsplash)
Compartilhe:

Desacelerar, mudar a rotina, buscar mais qualidade de vida. Esses são alguns dos motivos que têm levado profissionais com uma carreira consolidada a mudarem completamente de área. A chamada transição de carreira tem sido um caminho almejado e percorrido por muita gente nos últimos tempos, ganhando ainda mais força com a pandemia da Covid-19.

Seja por uma vontade de mudar, de fazer algo diferente, ou pelo simples fato de a pandemia ter afetado diretamente a área de atuação. O fato é que profissionais com diferentes experiências no mercado de trabalho estão buscando cada vez mais aliar a rotina profissional à qualidade de vida, a seguir um propósito onde há tempo para o trabalho e também para estar mais próximo da família e amigos.

“As pessoas sempre têm um sonho de fazer algo que gosta, buscar conciliar trabalho, bem estar, filhos, entre outros pontos. Com a pandemia essa vontade foi intensificada, pois começamos a ter medo da morte, medo do que virá no dia seguinte. Passamos a valorizar ainda mais o estar vivo, a família, os amigos, as pessoas que amamos. Isso fez toda a diferença, foi o que acelerou o processo de realizar sonhos, deixar um legado, fazer o que gosta, ir em busca de um propósito. Esse cenário fez com que virássemos uma chave em busca do nosso objetivo de vida e não apenas receber e gastar o salário, se mantendo em um ciclo rotineiro”, analisa a gerente do Unit Carreiras, Janaína Machado.

É neste ponto da vida que as pessoas começam a refletir que precisam sair de fato deste ciclo, mas o que fazer para que essa mudança realmente aconteça? Todo processo assim exige um plano de transição de carreira, pois é algo que não é feito da noite para o dia. É algo que exige muitas ações.

A especialista em carreiras destaca ainda, que se você tem um sonho e quer mudar de carreira, o primeiro passo é escolher cursos que auxiliem nessa preparação para esse novo momento. “Cursos são extremamente importantes não apenas para adquirir competências, mas também para fazer o chamado network. Neste sentido é preciso analisar o que seria interessante, ou seja, fazer uma nova graduação, uma pós, um curso profissionalizante, uma licença de algum software se você for da área de tecnologia e por aí vai. Vale ressaltar que tudo exige um tempo de maturação. Podemos citar exemplos práticos, como é o caso da pessoa que deseja ser um empreendedor, para ser dono do próprio tempo. Neste caso é interessante realizar um curso sobre empreendedorismo. O que empreender? Como empreender e quais são os recursos necessários para isso? Essas são perguntas que todos devem se fazer em um momento de transição de carreira”, destaca.

O autoconhecimento é outro ponto importante, já que é preciso identificar que caminho profissional essa pessoa deseja seguir. “Muitas pessoas sonham em gerenciar grupos de pessoas, mas descobrem que gerenciar não é tão simples assim quanto se imagina. Essa é uma tarefa com muitos conflitos, muitas variáveis a serem gerenciadas e aí descobrem que não é tão legal assim. Por isso, é muito importante fazer uma análise do que realmente se quer, depois desenvolver todo um projeto de capacitação, network e ir em busca”, orienta a especialista. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: