MENU

Aula inaugural de Medicina

Pais e alunos são convidados a conhecer o método PBL e a visitar instalações da Fits

às 14h15
Compartilhe:

Na manhã desta terça-feira (26), a Faculdade Integrada Tiradentes- FITS- realizou a aula inaugural do curso de graduação em Medicina. O objetivo é estimular a aproximação entre o corpo acadêmico, além de apresentar o método PBL (Problem-Based Learning ou Aprendizagem Baseada em Problema), falar sobre seus conceitos e suas especificidades.

Os aprovados no vestibular, e seus familiares, foram convidados a conhecer a estrutura do campus, e as oportunidades que poderão usufruir durante os anos de graduação. De acordo com o diretor da Fits, professor Dario Arcanjo de Santana, é o momento de conhecer as famílias dos aprovados. “Ontem, durante a aula magna, tivemos a presença do Dr. José Teles de Mendonça, especializado em cirurgia torácica e cardiovascular, falando sobre o futuro da Medicina e os compromissos do estudante com a carreira. Hoje, na aula inaugural, é o tempo de saber a expectativa do novo aluno e proporcionar que ele conheça o seu curso e a instituição onde vai estudar”, avalia o professor Dario Arcanjo.

Na ocasião, o Dr. Francisco Prado, coordenador do curso de Medicina da Unit, palestrou sobre os conceitos do método PBL e sua aplicação na metodologia de aprendizagem do aluno. “No PBL, o estudante tem que saber trabalhar em equipe, pois não existe a possibilidade de realizar nada sozinho”, afirma o coordenador de Medicina da Unit, Dr. Francisco. Ele elucidou que o PBL é uma ferramenta que busca conhecer os problemas de cada região e capacita os estudantes a solucioná-los. Para isso, é preciso que o discente desenvolva um senso crítico apto a identificar as possíveis falhas e mostrar hipóteses para solucionar o caso. “O nosso aluno aprende a respeitar a opinião das outras pessoas, mas é no desenvolvimento desse senso que ele é capaz de crescer, sempre coletivamente”, avalia o coordenador da Unit.

IMG_6340

“O estudante tem que saber trabalhar em equipe.” Dr. Francisco Prado

O discurso mais enfatizado é que o professor tem o papel de facilitar os estudos. É ele quem proporciona a orientação dos caminhos que devem ser percorridos. Outro diferencial do método é a autoavaliação. A partir deste princípio, o estudante, ao fim de cada trabalho, fará uma avaliação própria do processo de aprendizagem, especialmente sobre a maneira como o ensino foi transmitido pelo professor.

De acordo com a coordenadora de Medicina da Fits, Nilza Maria Martins Amaral, a aula traz a chance de demonstrar aos pais dos estudantes, e aos próprios alunos, os métodos que serão utilizados durante o curso e permite analisar o perfil de cada aluno. Após a palestra, houve um momento de conhecimento coletivo, no qual cada um pôde falar de sua cidade de origem e de suas expectativas.

Camila Soares Pessoa tem 28 anos e é natural de Pernambuco. Formada em Enfermagem, Camila sentiu que não estava na área de paixão e optou por prestar o vestibular de Medicina na Fits. Passou e hoje se sente uma vitoriosa. “Após dois anos e meio estudando em cursinhos e fazendo várias provas, em diversas faculdades, finalmente cheguei onde queria. Eu pensava que nunca conseguiria passar, pois tinha em minha mente que só pessoas com altas condições financeiras teriam a chance de estudar Medicina. Eu vim de escola pública, família pobre, e lutei muito para conquistar essa vaga. Hoje estou muito feliz. Eu digo que uma pessoa que ganha na mega-sena não sente o que estou sentindo, porque ele simplesmente foi sorteado, e eu venci”, comemora a estudante.

 

VISITA ÀS UNIDADES DE SAÚDE

No decorrer da semana, os acadêmicos farão visitas a postos de saúde e hospitais conveniados para práticas da graduação. A coordenadora do curso de Medicina da Fits, Nilza Maria Martins Amaral, diz que este é o começo de uma nova etapa na vida de todo o corpo acadêmico.

Para Lara Carvalho de Almeida, aprovada no primeiro vestibular de Medicina da Fits, essa semana de integração favorece a aproximação entre os futuros colegas de classe, além de poder analisar o setor público de saúde do Estado de Alagoas. A aluna sonha com a profissão desde criança. Determinada a cursar Medicina, tentou vestibular na Faculdade Integrada Tiradentes e hoje se sente realizada. “Minhas expectativas são as melhores. A Fits tem uma estrutura bem elaborada. Quando eu receber meu diploma e puder atuar na área que tanto desejo, tenho certeza que minha vida estará plenamente realizada”, comenta a estudante Lara Carvalho.

 

PRESENÇAS

Durante a aula magna, estiveram presentes o reitor da Universidade Tiradentes-Unit e presidente do Grupo Tiradentes, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, o diretor geral da Faculdade Integrada Tiradentes, professor Dario Arcanjo de Santana, além do diretor da área de Saúde da Unit, professor Hesmoney Ramos de Santa Rosa, o coordenador acadêmico, Walker Nunes Chagas, a coordenadora do curso de Medicina da Fits, professora Nilza Maria Martins Amaral e o corpo docente de Medicina da Instituição.

 

 

Compartilhe: