MENU

Alunos desenvolvem estudo sobre Disfunções Hemodinâmicas na Covid-19

Pesquisa desenvolvida por estudantes do 5º período de Medicina da Unit sobre a Covid foi publicada em em formato de artigo na Revista Multidisciplinar em Saúde

às 17h52
Compartilhe:

Um estudo desenvolvido por estudantes do 5º período do curso de Medicina do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) passou a observar as a síndrome infecciosa causada pelo SARS-COV-2 (Covid-19), além do comprometimento pulmonar. Mostrou que a doença pode cursar com reação inflamatória sistêmica, promovendo morte celular e ativação de coagulação. A pesquisa revela que a incidência de tromboembolismo venoso entre estes pacientes varia de 8 a 69%.

Por ser uma doença ainda nova e com mecanismos ainda pouco elucidados, os acadêmicos de Medicina: Artur Bruno Silva Gomes, Felipe Jatobá Notato de Sá e Juliana Matos Ferreira Bernardo começaram a explorar um dos aspectos que envolvem a Covid-19. A pesquisa completa pode ser acessada neste link.

“Devido ao cenário atual da pandemia pela COVID-19, vários outros distúrbios vieram a ser observados nesses pacientes, além do comprometimento pulmonar. Sendo as disfunções hemodinâmicas situações que contribuem para um maior comprimento e morbidade do paciente, a pesquisa teve o intuito de melhor explorar essa área,  contribuindo no processo de entendimento da fisiopatologia dessa doença”, explicou a aluna Juliana Matos.

A contribuição dos estudantes no tema rendeu frutos. Segundo o aluno Artur Bruno, surgiu a oportunidade de submissão do tema ao Congresso Brasileiro de Hematologia. “Inicialmente realizamos pesquisas e análises da literatura e reunimos os  dados selecionados para elaboração de um estudo a ser publicado na Revista Multidisciplinar em Saúde, do Instituto Multiprofissional de Ensino, com a parceria do Professor da Unit/AL – Carlos Daniel. Tema este de relevância social, tendo em vista a realidade atual da pandemia, contribuindo para a pesquisa nesse contexto”, contou.

O reflexo dos conhecimentos apreendidos veio através da disciplina de Habilidades Laboratoriais I e II, lecionada pelo Professor e Doutor Carlos Daniel Passos Lobo, um estudioso no âmbito das análises clínicas e diagnóstico molecular. O trabalho foi construído com todo o suporte quanto às etapas de desenvolvimento da pesquisa, análise dos resultados até a publicação do artigo.

“Frente à realidade da COVID-19 e seus impactos aos sistemas hospitalares e à saúde das comunidades. Vimos a necessidade de desenvolver pesquisas direcionadas ao novo coronavírus SARS-Cov-2, sobretudo na perspectiva dos mecanismos patogênicos das coagulopatias, tendo em vista que causam grande resposta inflamatória, com hipercoagulabilidade e isquemia dos órgãos, levantado à disfunção orgânica. Assim, a investigação dos mecanismos de ataque, da abordagem diagnóstica e laboratorial, com exames (hemograma; coagulograma; fibrinogênio e D-dímero) contribuem para a avaliação do estado do paciente, da adequação terapêutica e até mesmo de seu prognóstico”, mostrou o acadêmico Artur Bruno.

Felipe Jatobá contou como foi a experiência em desenvolver um estudo tão significativo, bem como a importância na vida acadêmica. “Experiência de enorme satisfação, por contribuir como um agente transformador à nível social e no campo da saúde. A Medicina, tal como as demais áreas das Ciências da Saúde, tem o objetivo não só de tratar, mas principalmente de transformar a realidade das comunidades, atuando integralmente no processo de saúde. Sendo assim, é importante a valorização do conhecimento e da ciência, evidente sobremaneira no período em que passamos, como também, a possibilidade da disseminação desses saberes. Além disso, essa produção contribui com nossa formação acadêmica e profissional”.

Compartilhe: