MENU

Alunos de Engenharia Mecatrônica participam do MIT GSL

O programa orienta em todas as etapas de iniciar uma startup de tecnologia

às 18h40
Dois alunos dos cursos de Engenharia Mecatrônica do Centro Universitário Tiradentes – Unit AL com visões empreendedoras em tecnologia móvel e desenvolvimento de software, inscreveram-se e estão participando do programa MIT Global Startup Labs em Aracaju, no Centro de Inovação Tiradentes, que conta com um campo de treinamento prático, onde os alunos estão trabalhando em equipe para desenvolver e iniciar uma startup em um curso intensivo de 4 semanas, que irá até o dia 30 de Janeiro.
Compartilhe:

O Global Startup Labs do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT GSL) é uma iniciativa multidisciplinar que promove o empreendedorismo tecnológico e as habilidades de desenvolvimento de software globalmente. Desde 2000, mais de 200 estudantes-instrutores do MIT ensinaram cerca de 3000 estudantes em 22 países.

O programa MIT GSL no Brasil é gerenciado pelo Programa MISTI MIT-Brasil, e o programa está sendo realizado com o patrocínio da Universidade Tiradentes – UNIT e o apoio do Escritório Internacional da UNIT e do Instituto Tiradentes em Boston. O programa orienta em todas as etapas de iniciar uma startup de tecnologia bem-sucedida em um currículo de quatro semanas em ritmo acelerado, ministrado por instrutores que estão realizando pesquisas e aplicações de tecnologia e negócios de ponta no MIT.

Os alunos Thiago Afonson e Lais Rhianne, estudantes do 5º e 9º período de Eng. Mecatrônica da Unit AL, contam que a experiência está sendo melhor do que eles jamais imaginaram. “Além de ser uma ótima oportunidade de exercitar meu inglês, eu estou aprendendo muita coisa nova, conhecendo pessoas ótimas, além do fato dos professores serem extremamente profissionais”, conta Thiago.

Em Aracaju desde o dia 7 de janeiro, Thiago pretende ficar até o acabar do programa. “Nós tivemos aulas de programação, negócios, design, criatividade, entre outros tópicos nessa área de startups. Cada grupo está fazendo um projeto diferente, criado do zero. O nosso projeto se chama Pathways que será um site focado em ajudar principalmente alunos que tem dúvidas sobre qual carreira seguir, dando informações específicas de cada área, além da oportunidade de aulas de teste para as áreas e outras coisas focadas em conseguir encontrar uma carreira específica pra esse aluno”, finaliza o estudante.

Compartilhe: