MENU

Alunos de Engenharia de Petróleo visitam instalações da Petrobras em Carmópolis, Sergipe


às 17h10
Os alunos do 8º e 10º período do curso de Engenharia de Petróleo do Centro Universitário Tiradentes – Unit AL visitaram a estação de coleta e tratamento, as instalações de produção de Bonsucesso e a sonda de perfuração da empresa Petrobras, em Carmópolis-SE, no último dia 9.
Compartilhe:

O Campo de Carmópolis está inserido nos municípios de Carmópolis, Japaratuba, Rosário do Catete, Maruim, General Maynard e Santo Amaro das Botas, no estado de Sergipe, distando cerca de 50 km, ao norte, da cidade de Aracaju.

Roberto Oliveira, responsável pelo setor de Comunicação da Petrobras, acompanhou os discentes durante a visita, juntamente do Engenheiro de Processo, conhecido como Engenheiro Prado, que explicou sobre as onze estações de coleta e tratamento, sendo 9 situadas na área central (Entre Rios, Jericó, Mercês, Nova Magalhães, Oiteirinhos-I e II, Panelas, Santa Bárbara, Santo Antônio) e 2 na área isolada (Jordão e Sítio Novo).

Durante o percurso, também foi esclarecidos temas sobre a unidade de produção de Bonsucesso e a unidade de produção do pólo gás. Segundo a Prof.ª Dr.ª Vanessa Limeira, do curso de Engenharia de Petróleo, após as informações na sala de reunião, foi feita um tour na estação, em seguida foram para a sonda de perfuração.

“A equipe da sonda estava perfurando a última fase de poço, com a descida do revestimento de produção”, contou. Os discentes, acompanhados da Professora Vanessa e da Prof.ª Ma. Jaqueline Albuquerque da Guia, puderam ver os equipamentos de uma sonda de perfuração, as etapas de preparação e tratamento do fluido de perfuração à base sintética e fazer perguntas referentes às operações de perfuração.

“A minha satisfação como professora foi observar o comprometimento e a postura profissional dos discentes que participaram da visita, fazendo perguntas pertinentes e relevantes na área e mostrando que serão engenheiros e engenheiras que atendem as exigências do mercado de trabalho. Muito investimento e pesquisa estão sendo feitas para produção do campo visitado, gerando motivação para os discentes que estão finalizando o curso”, contou Vanessa.

A estudante Alessandra da Silva de Santana, do 8º período, contou sobre a experiência. “A visita à estação de coleta e tratamento do óleo e a sonda de perfuração no Campo de Carmópolis foi bastante proveitosa e interessante, pois as informações recebidas aumentaram o meu conhecimento sobre o campo visitado. Além disso, a ida até a sonda de perfuração foi muito valiosa para a nossa vida profissional, pois antes só tínhamos a teoria aprendida em sala de aula”. 

Compartilhe: