MENU

Alunos de arquitetura da Unit são reconhecidos no Prêmio Zélia Maia Nobre

Premiação é realizada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Alagoas (CAU/AL)

às 21h53
Compartilhe:

Alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo do Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) mostraram mais uma vez seus potenciais, mesmo ainda na graduação. Carina Leticia Rodrigues Oliveira Falcão, Janmys Gregory Ramalho da Silva e Yasmin Maria Rodrigues de Araujo tiveram seus trabalhos reconhecidos na 6ª edição do Prêmio Zélia Maia Nobre, de Excelência em Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação de Arquitetura e Urbanismo.

A cerimônia de premiação é uma realização do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Alagoas (CAU/AL) e aconteceu no último dia 16 de dezembro, e contou com a homenagem ao Dia do Arquiteto e Urbanista, celebrado nacionalmente no dia 15 de dezembro.

A aluna Carina Letícia conquistou o 2º lugar da premiação com o projeto “Anteprojeto arquitetônico de um Complexo Multifuncional como articulador urbano no bairro da Jatiúca, em Maceió-AL”, sob a orientação do Prof. Fábio Henrique Sales Nogueira.

Já o aluno Janmys Gregory, conquistou o 3º lugar com o trabalho: “Concepção de edificações hospitalares sob o olhar de uma arquitetura disruptiva: Estudo preliminar de requalificação do hospital de Mata Grande/AL”, também sob a orientação do Prof. Fábio Henrique Sales Nogueira.

“Quando comecei a fazer o meu projeto de conclusão de curso, jamais imaginava que eu chegaria até aqui. Busquei utilizar todos os conteúdos das matérias que tive na faculdade e elaborar um tema que eu gosto que é arquitetura hospitalar, só que trazendo um novo modelo de construção, fugindo do que usualmente vemos nos hospitais. A experiência de conquistar essa premiação foi incrível, e marcou o encerramento da minha graduação. E só confirmou tudo o que eu aprendi na faculdade, e o reconhecimento dessa vivência que eu tive e que eu pude colocar no meu trabalho de forma plena e completa como eu acredito na arquitetura, que precisa se adaptar aos novos tempos e romper com padrões pré-existentes. Que meu projeto seja um grande exemplo para romper esses padrões, que podemos fazer além”, ressaltou Janmys Gregory

Este ano, além de três vencedores, a aluna Yasmin Maria Rodrigues de Araujo recebeu menção honrosa, concedida para o seu trabalho “Arquitetura no âmbito social: Estudo preliminar de um centro comunitário de assistência e reintegração para população em situação de rua em Maceió – AL”, que teve como orientador o Prof. Fernando Alves Honaiser.

“Fiquei imensamente feliz pelo reconhecimento da importância da temática do meu trabalho final de graduação, é extremamente gratificante ver que todo meu esforço valeu a pena e que estou no caminho certo. O meu projeto, Centro Comunitário de Assistência e Reintegração para População em Situação de Rua, A casa do povo, buscou efetivar os direitos dessa população enquanto cidadãos,  visando a reintegração social, fornecendo um equipamento público que englobe e supra as necessidades dessa população, fornecendo suporte e assistência necessária, como também meios para que possam desenvolver e adquirir habilidades que os qualificarão para o mercado de trabalho, gerando renda, instrução e consequentemente melhoria de vida”, disse Yasmin.

O 1º lugar ficou com o projeto “Memória e Invenção: Projeto de um centro cultural para Limoeiro de Anadia – AL”, da estudante Isabel França de Souza, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) de Arapiraca, sob a orientação da Profª Simone Carnaúba Torres.

Prêmio Zélia Maia Nobre

O “Prêmio Zélia Maia Nobre de excelência em Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo” tem como objetivo incentivar o concurso público de projetos, valorizando novos profissionais. O prêmio, que estimula e valoriza novos profissionais que estão ingressando no mercado, homenageia a professora Zélia Maia Nobre, uma das fundadoras do primeiro curso de Arquitetura e Urbanismo no estado de Alagoas. 

O reconhecimento entrou para o calendário de atividades do CAU/AL em 2015 e desde então, acontece durante as comemorações do Dia do Arquiteto e Urbanista. 

Organizado pela Comissão de Ensino e Formação, o prêmio teve participação de estudantes do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo do estado de Alagoas de instituições públicas e privadas que tiveram seus trabalhos de conclusão (projeto arquitetônico, urbanístico ou paisagístico) apresentados e aprovados no período de 02 de outubro de 2019 a 01 de outubro de 2020.

Os trabalhos inscritos foram julgados pelos profissionais Adriano Moura, Marcos Vieira e Leonardo Salazar Bittencourt. 

Compartilhe: