MENU

Aluna participa do Congresso Ibero Americano de Gestão de Áreas Litorais


às 14h35
A aluna Nayara Tayrona Beltrão Malta de Padua do 7º período do curso de Engenharia Ambiental do Centro Universitário Tiradentes – Unit – apresentou o trabalho “A problemática dos resíduos encontrados nas praias urbanas de Maceió / Alagoas e suas consequências ambientais”, no II Congresso Ibero Americano de Gestão Integrada de Áreas Litorais – GIAL 2016. O evento aconteceu no Centro de Cultura e Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, em Florianópolis, Santa Catarina.
Compartilhe:

Os objetivos do projeto de pesquisa visam analisar a problemática ambiental relacionada à poluição das praias de Maceió/AL, principalmente a causada pelas “línguas negras” e também faz uma análise crítica entre os dados oficiais do Instituto do Meio Ambiente – IMA em comparação com os resultados encontrados em laboratório da Unit.

O projeto teve como orientador o professor Sandovânio Ferreira de Lima e os objetivos da pesquisa visam analisar a problemática ambiental relacionada à poluição das praias de Maceió/AL, principalmente a causada pelas “línguas negras” e também faz uma análise crítica entre os dados oficiais do Instituto do Meio Ambiente – IMA em comparação com os resultados encontrados em laboratório da Unit.

Nayara também ressalta que se faz necessário que haja maior fiscalização e monitoramento perante gerenciamento costeiro pelos órgãos públicos. Espera-se que diante da contextualização dos diversos impactos ambientais causados pela poluição sob o litoral, seja argumento de demonstração do quanto interfere no comprometimento da saúde humana, assim como a vida marinha.

“Agradeço a Unit que me proporcionou desenvolver essa pesquisa e minha ida ao Congresso. Esta oportunidade me permitiu ter uma maior visão sobre o envolvimento e a contribuição que pesquisas proporcionam para a gestão e o gerenciamento da zona costeira e marinho; cuidar desse patrimônio que pertence a todos nós. A breve apresentação do trabalho do E-Pôster no Congresso foi bem produtiva a qual as pessoas que assistiram ficaram satisfeitas e parabenizaram”, destaca a aluna.

Congresso

Várias representações dos Estados do Brasil estiveram presentes no congresso para discutir a gestão e estudos sobre o gerenciamento costeiro. Além de gestores e estudantes de vários outros países, todos com o objetivo de discutir a proposta do evento e trocar experiências sobre a preservação e conservação dos serviços ecossistêmicos.

O evento é de grande relevância para a construção conjunta dos conhecimentos sobre a costa, o mar e sua gestão. Considere-se que além da atividade de formação que define eventos desta natureza, os mesmos contribuirão para estabelecer e consolidar pontos de contato na região Ibero americana, e representam plataformas para o intercâmbio de conhecimentos e experiências entre as autoridades/gestores/instituições acadêmicas/centros de pesquisa e movimentos sociais, com elevado potencial aplicável as ações de planejamento e gestão da zona costeira e marinha.

O GIAL 2016 se entende como uma plataforma para a divulgação, discussão, intercâmbio de conhecimentos, formação e capacitação, para contribuir com o cumprimento dos compromissos globais e regionais assumidos pelos países ibero americanos, relacionados com a gestão integrada e sustentável dos espaços e dos recursos costeiros e marinhos desta região, com vista ao bem estar humano.

 

Compartilhe: