MENU

Alergia: cuidados com automedicação de antialérgicos

Automedicação nunca é recomendada, e pode acarretar ingestão de medicamentos incorretos

às 21h20
Compartilhe:

No Brasil, muitas pessoas já sofreram ou sofrem de algum tipo de alergia, e por isso, recorrem aos conhecidos antialérgicos. Afinal, os sintomas podem ser bem incômodos. 

Porém, o que muitas pessoas que fazem uso dessa medicação não sabem, é que é necessário prescrição médica para esse uso, além disso, eles devem ser tomados de forma moderada, assim como qualquer outro remédio. 

E você sabe como eles funcionam? Assim que ocorre uma reação alérgica, seja de qual tipo for, essa medicação é usada para bloquear as histaminas, evitando o início dos sintomas como: inchaço, coceira, vermelhidão na pele, e em alguns casos, o choque anafilático. 

Quando essa medicação é feita sem orientação, os sintomas da alergia diminuem, mão não são controlados, pois o paciente não realizou o tratamento adequado, por isso, a automedicação nunca é recomendada.

Portanto, sempre que for verificado que há crise alérgica, o recomendado é procurar um especialista, só ele será capacitado para determinar o tratamento e o tempo necessário. 

Compartilhe: