V E S T I B U L A R UNIT
MENU

5ª Sempesq

Encontro reúne profissionais com a proposta de fomentar conhecimento científico por meio da pesquisa

às 15h54
Nos dias 06, 07 e 08 de novembro, a 5ª Sempesq trouxe uma programação cheia de palestras e discussões pertinentes ao ambiente acadêmico. Nesta edição, a temática “Alagoas 200 Anos” foi direcionada para as comemorações dos 200 Anos de Emancipação do estado. O evento teve como objetivo discutir os avanços e as contribuições da pesquisa científica para o desenvolvimento de Alagoas e do Nordeste.
Compartilhe:

Na conferência de abertura, o Prof. Dr. Cícero Péricles (UFAL) falou sobre “A Pesquisa Científica e o Desenvolvimento Econômico de Alagoas.” O reitor Dario Arcanjo de Santana agradeceu a presença dos alunos, coordenadores de cursos e professores e destacou a importância do evento para a Unit. A coordenadora de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão, Daniela do Carmo Kabengele, falou em seu discurso um pouco da trajetória do estado na pesquisa e como se deu a emancipação política de Alagoas.

Exposição

No evento, a exibição “Alagoas em Mapa 200 anos” foi uma oportunidade apresentada à organização do evento pela Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), e o curso de Design de Interiores ficou responsável pela concepção e realização da montagem.

Trata-se de uma exposição comemorativa aos 200 anos de Alagoas, que busca apresentar características da evolução do estado a partir dos mapas. Após encantar milhares de alagoanos que passaram pela 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas, a exposição começou a percorrer diversas instituições alagoanas. Aqui no Centro Universitário Tiradentes – Unit, a exposição permaneceu do dia 06 ao dia 08 de novembro e logo após foi compor outro espaço institucional.

Foram expostos 14 mapas que versaram o estilo de pintura aquarela, característicos dos nosso passado, evoluindo para mapas com características iconográficas mais atuais que tratam de estatísticas, economia bem como as localidades de povos formadores diretos da nossa história.

Medo e Consumo

A autora do livro “Medo e Suas Vias de Consumo”, Danielle Cândido, e o publicitário, Leonardo Fireman, participaram, nesta terça-feira (7/10), da mesa-redonda “Medo e Consumo: Desejo, Vigilância e Arquitetura da Desigualdade”. Os pesquisadores ressaltaram a importância de a pesquisa ir além da sala de aula. “O objetivo dessa mesa é fazer com que o aluno comece a refletir criticamente sobre o que acontece ao seu redor”, afirmou a pesquisadora, Danielle Cândido. “Toda essa discussão é também uma forma de cada aluno se aproximar mais da pesquisa, estimulando para o estudo e ainda para que ele se sinta mais preparado para o momento do TCC”, completou Fireman.

Para o estudante do Jornalismo da Unit, Bertrand Soares, o tema da mesa-redonda “é algo que está presente no dia-a-dia, na realidade de todos nós. Isso porque o medo nos faz consumir para satisfazer nosso ego”, concluiu o estudante. Bertrand falou ainda que, a partir da mesa-redonda, “a gente começa a se observar mais para tentar controlar o medo”.

Design e Inovação

A palestra do SEBRAE, ministrada pela consultora Marta Melo, trouxe um apanhado do que seria inovação e o que é de fato a ferramenta do Design. Além disso, foi discutido o que é ser criativo, como essa criação é feita e o passo a passo de fazer um design. O debate também apresentou cases de pequenas empresas que puderam melhorar sua performance (física e estrutural) e repensar o conceito da empresa.

Os aspectos aprimorados ficam refletidos na instalação física e na marca, fazendo com que ela esteja preparada para enfrentar melhor esse ambiente competitivo dos negócios. Foi uma chance que os estudantes tiveram de entenderem melhor o papel do designer nesse processo, que vai além de um “fazedor de nova estética”, é um profissional que vai compreender as necessidades de mercado para que a empresa tenha sucesso.

Compartilhe: