MENU

Unit tem mestrado aprovado com nota 4 pela Capes

Aprovação aconteceu na última reunião do ano do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior

às 00h57
O Centro Universitário Tiradentes – Unit promove a educação superior no Estado de Alagoas e possui um compromisso com a pesquisa, ensino e extensão. Em dezembro, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) autorizou a implantação do Mestrado em “Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas”.
Compartilhe:

O mestrado foi aprovado na última reunião do ano do Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC/ES), que está inserido dentro da área Interdisciplinar da Capes. A nota 4 conquistada pelo projeto enviado à Capes se deu em função da infraestrutura adequada, relevante inserção regional e social, bem como a maturidade científica demonstrada por meio da produção bibliográfica e da integração do corpo docente em projetos de pesquisa.

A área de concentração proposta, “Tecnologia e Políticas Públicas”, visa problematizar as diversas dimensões presentes nas relações entre sociedade, tecnologias e políticas públicas. O Mestrado ofertará 15 vagas e as aulas devem iniciar em março de 2016. Fique atento ao edital de seleção!

“Entre os objetivos desse Mestrado estão o de propiciar e difundir conhecimentos teórico-metodológicos a pesquisadores e profissionais que atuam direta ou indiretamente na área de políticas públicas e produção de tecnologias. Visa compreender a realidade socioeconômica, política, ambiental, tecnológica e cultural do país, da região Nordeste e do Estado de Alagoas, entendidos no contexto mundial”, afirma a Coordenadora de Pesquisa de Pós-Graduação e Extensão – COPPE Daniella do Carmo.

Linhas de Pesquisa

  • “Sociedade, Território e Políticas Públicas”: objetiva discutir o problema da desigualdade social e sua construção no espaço político e territorial, procurando contrastá-la com as políticas públicas voltadas para a universalização dos direitos de cidadania.
  • “Tecnologia, Ambiente e Sociedade”: procura compreender as tecnologias sociais e processos industriais em suas interações com movimentos sociais e políticas públicas desenvolvidas pelo Estado, visando a sustentabilidade ambiental.

Corpo docente:

Ana Lídia Soares Cota, Ajibola Isau Badiru, Daniela do Carmo Kabengele, Diego Freitas Rodrigues, Edson Struminski, Gabriela Maia Rebouças, Janaina Accordi Junkes, Jesana Batista Pereira, Lorena Madruga Monteiro, Pedro Simonard, Ronaldo Gomes Alvim, Verônica Teixeira Marques, Vivianny Kelly Galvão e Walcler de Lima Mendes Junior.

Acesse o resultado do APCNs aqui.

Confira também a lista de todos os cursos disponíveis aqui.

 

Compartilhe: