MENU

Professor do Unit realiza pesquisa de campo no Pará

Na oportunidade Diego também acompanhou o beneficiamento da produção de látex das seringueiras (borracha natural) na forma de calçados, bolsas, entre outros produtos

às 13h19
O professor Dr. Diego Freitas Rodrigues, pesquisador do Núcleo Interdisciplinar de Pós-Graduação – NIPG do Centro Universitário Tiradentes - Unit e do Instituto de Tecnologia e Pesquisa, realizou a segunda etapa da pesquisa de campo vinculada ao projeto do CNPq “Mais accountability, maior sustentabilidade? Investimento estrangeiro direto e o controle democrático no licenciamento ambiental em mineração na Amazônia brasileira, colombiana e peruana (2006 - 2012)” na região de Santarém, no Pará.
Compartilhe:

O objetivo da pesquisa de campo foi de acompanhar o status da mineração na região e na oportunidade o pesquisador entrevistou gestores do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e moradores de áreas afetadas pela mineração, o que incluiu visita a locais embargados e também ainda sob exploração minerária.

Na oportunidade Diego também acompanhou o beneficiamento da produção de látex das seringueiras (borracha natural) na forma de calçados, bolsas, entre outros produtos, que acontecem na comunidade Maguari, que fica na Flona do Tapajós.

“Observei o pequeno número de pessoas trabalhando na fábrica, o que, ao longo da minha estadia no local, revelou-se um reflexo, em especial, da ausência de políticas de apoio à capacitação na gestão da produção local”, afirma Diego Freitas.

“A coisa já foi pior, tem vez que tem serviço, tem vez que não tem, aqui quem continua trabalhando é por que gosta de trabalhar, mas apoio mesmo, quase que a gente não tem”, coloca Dona S, moradora da comunidade Maguari e uma das mulheres que se dedicam à cooperativa que administra a fábrica.

Após a elaboração do relatório final para o CNPq, o pesquisador Diego Freitas pretende retornar à região para um novo desdobramento dessa pesquisa em 2016.

 

 

Compartilhe: